Orascom quer dois dos nove assentos de conselho de administração da Oi

SÃO PAULO (Reuters) - A Orascom TMT Investments Sarl terá dois dos nove assentos disponíveis no conselho de administração da empresa brasileira de telefonia Oi OIBR3.SA>, caso sua proposta para comprar a empresa tenha êxito, disse à Reuters o representante da Orascom Karim Nasr.

Os demais assentos seriam ocupados por quatro pessoas independentes e três indicados de novos acionistas, especialmente os credores da Oi que concordarem em participar em uma proposta de injeção de capital, disse Nasr, que representa o bilionário egípcio Naguib Sawiris, dono da Orascom.

A presença do Orascom "não é sobre o controle do conselho", disse Nasr. "Trata-se de boa gestão."

A Orascom e alguns credores formaram um grupo para fazer uma oferta vinculante, anunciada em 16 de dezembro, para resgatar a Oi da recuperação judicial.

A Oi não está negociando com a Orascom exclusivamente, e nenhum acordo de não divulgação foi assinado, disse Nasr.

A proposta vinculante implica uma oferta de ações de 1,25 bilhão de dólares em ações que a Orascom e certos credores da Oi podem subscrever totalmente se outros investidores não se interessarem.

A Orascom assumiu um compromisso firme de fornecer 250 milhões de dólares em dinheiro novo.

(Por Ana Mano)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos