Tufão atinge centro das Filipinas e corta eletricidade

MANILA (Reuters) - Um tufão atingiu o centro das Filipinas no final deste domingo, trazendo ventos fortes, chuvas pesadas e cortando eletricidade, mas não havia nenhum relato imediato sobre vítimas, disseram representantes do serviço meteorológico e reportagens de rádio.

O tufão Nock-Ten tinha ventos máximos sustentados de 185 km/h, com rajadas de até 255 km/h, quando atingiu a província de Catanduanes, que estava sob estado máximo de alerta, a península de Bicol na noite deste domingo.

O tufão também atingiu a província de Camarines Sur. Depois, enfraqueceu-se levemente com ventos de 175 km/h, mas rajadas de 290 km/h, disse o serviço meteorológico.

"Continuamos a rezar, a ficar positivos e alertas. Há falta de eletricidade em várias áreas já", disse o governador de Camarines Sur, Miguel Luis Villafuerte, pela sua conta no Instagram.

Linhas de comunicação foram cortadas em algumas áreas, de acordo com relatos do rádio.

Cerca de 218 mil pessoas fugiram para centros de emergência depois que as autoridades alertaram sobre tempestades e enchentes nas vilas litorâneas e nas áreas mais baixas.

O tufão pode atingir novamente o país no início desta segunda-feira, enquanto se desloca para o oeste, cruzando as províncias de Camarines Norte, Quezón, Laguna, Batangas e Cavite, segundo a previsão de tempo.

O olho do tufão estará perto de Manila na tarde desta segunda. Viagens por terra, mar e ar foram suspensas em algumas regiões, retendo milhares de pessoas que iam para a casa para o Natal no país de maioria cristã.

Em 2013, mais de 6 mil pessoas foram mortas e 200 mil casas ficaram destruídas quando o tufão Haiyan, o mais forte a já passar pelas Filipinas, atingiu as ilhas de Leyte e Samar.

Cerca de 20 grandes tufões passam pelas Filipinas a cada ano. Desde 1948, pelo menos sete atingiram o país no período de Natal.

(Por Enrico de la Cruz)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos