China definirá taxa de importação para etanol até final de janeiro, diz autoridade

PEQUIM (Reuters) - A China anunciará nova taxa de importação de etanol "em breve", no máximo no fim de janeiro, afirmou um oficial da alfândega nesta terça-feira, em meio a especulações de que o país havia abandonado as tarifas para os Estados Unidos, principal produtor mundial de biocombustível.

Os comentários vieram depois que o Ministério das Finanças informou na sexta-feira que iria ajustar as tarifas para o etanol, sem dar mais detalhes da mudança.

Acompanhando essa declaração, o ministério havia publicado uma lista de mudanças nas tarifas de importação e exportação para o próximo ano para outras commodities, como produtos siderúrgicos e fertilizantes. A lista não incluía etanol.

A ausência do biocombustível na lista agitou a especulação entre os operadores norte-americanos que o governo tinha removido a taxa de 5 por cento para as importações dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos