Kerry diz que solução de dois Estados no Oriente Médio corre perigo

WASHINGTON (Reuters) - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, apresentou nesta quarta-feira os parâmetros para uma solução de dois Estados para o conflito entre israelenses e palestinos, e disse que os Estados Unidos não podem ficar em silêncio enquanto observam a possibilidade de paz desaparecer.

Em um discurso feito semanas antes de a administração Obama passar o poder para o presidente eleito Donald Trump, Kerry defendeu a decisão norte-americana de permitir a aprovação de uma resolução da ONU que exige o fim dos assentamentos israelenses, dizendo que a decisão teve o objetivo de preservar a possibilidade de uma solução de dois Estados.

"Apesar de nossos melhores esforços ao longo dos anos, a solução de dois Estado está agora sob sério risco", disse Kerry em discurso no Departamento de Estado. "Nós não podemos, em sã consciência, não fazer nada, e não dizer nada, quando vemos a esperança de paz desvanecer".

(Reportagem de Yeganeh Torbati e Lesley Wroughton)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos