Número de mortos em avalanche na Itália sobe para 23; seis pessoas ainda estão desaparecidas

Em Farindola

  • Corpo Nazionale Soccorso Alpino e Speleologico/ANSA via AP

Membros da equipe de resgate retiraram mais cinco corpos dos destroços de um hotel na região central da Itália que foi devastado por uma avalanche há uma semana, levando o número de mortos para 23, informou nesta quarta-feira a brigada nacional de incêndio.

Três corpos foram recuperados do local durante a noite e mais dois foram encontrados na manhã desta quarta-feira. Seis pessoas ainda estão desaparecidas.

Onze hóspedes e funcionários do Hotel Rigopiano sobreviveram ao desastre. O último deles foi retirado dos destroços do spa de luxo no sábado, e esperanças de encontrar novos sobreviventes estão se dissipando.

Procuradores em Pescara, cidade próxima ao local, abriram uma investigação sobre a avalanche do dia 18 de janeiro no parque nacional Gran Sasso, que aconteceu após fortes nevascas e terremotos.

Muitos hóspedes do hotel queriam voltar para casa, mas não conseguiram sair porque a estrada de acesso estava bloqueada por neve.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos