Conteúdo publicado há 30 dias

EUA: marido de noiva morta por bêbada receberá R$ 4,7 mi de indenização

O marido de uma mulher que morreu em um acidente após o casamento nos Estados Unidos receberá uma indenização de US$ 863,3 mil (cerca de R$ 4,7 milhões).

O que aconteceu

A indenização será paga por três bares, além da seguradora do carro e uma locadora de veículos. Aric Hutchinson, o noivo, processou os bares por terem servido muitas bebidas a Jamie Lee Komoroski, 25, que foi apontada como a motorista que bateu no carrinho de golfe do casal.

O acordo na Justiça foi de US$ 1,3 milhão, segundo informações dos jornais locais. Deste valor, cerca de US$ 500 mil serão pagos por taxas e honorários aos advogados do noivo.

O marido acusou as empresas de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. A motorista está em liberdade e seu julgamento ainda não ocorreu.

Não se chegou a um acordo com um dos estabelecimentos citados. "Circunstância muito trágicas. Por definição, sempre que temos um processo por homicídio culposo, não é fácil de aguentar. Nenhum dinheiro pode trazer pessoas de volta", disse o juiz responsável.

Entenda o caso

Samantha Miller, 34, e Aric, casaram momentos antes de serem atropelados por Jamie, na praia de Folly Beach, na Carolina do Sul (EUA). O caso ocorreu em abril do ano passado.

Com a força do impacto, o carrinho de golfe do casal capotou várias vezes, por mais de 100 metros, matando a noiva no local. A motorista suspeita dirigia um Toyota alugado a 105 km/h em uma zona de 40 km/h e estava bêbada.

Aric e outros dois familiares do casal ficaram feridos. O noivo passou por cirurgias e teve vários ossos quebrados, além de uma lesão cerebral.

Continua após a publicidade

Recebi a aliança de casamento de Aric em um saco plástico no hospital, cinco horas depois de Sam [a noiva] colocá-la em seu dedo e eles lerem seus votos um para o outro. Aric perdeu o amor de sua vida.
Anette Hutchinson, mãe do noivo, em comunicado no GoFundMe

Deixe seu comentário

Só para assinantes