Inadimplência em ensino superior privado desacelera alta para 8,1% em 2016, diz Serasa Experian

SÃO PAULO (Reuters) - A taxa de inadimplência de estudantes matriculados em unidades particulares de educação superior em 2016 cresceu 8,1 por cento em relação ao ano anterior, desacelerando em relação à alta de 16,5 por cento observada em 2015, mostrou um estudo especial da Serasa Experian divulgado nesta segunda-feira.

Entre as instituições particulares de ensino infantil, fundamental e médio, o índice chegou a 8,5 por cento no ano passado, ante aumento de 13,9 por cento em 2015, de acordo com a pesquisa.

Para economistas da Serasa Experian, a inadimplência entre os alunos persiste por causa do desemprego e da recessão econômica, mas o indicador arrefeceu ante 2015 por causa da redução da inflação ao longo do segundo semestre do ano, o que "aliviou o bolso do cidadão brasileiro".

De 2014 a 2016, a taxa de inadimplência totalizou 22,7 por cento em escolas privadas de educação infantil, fundamental e médio. Em universidades particulares, a alta acumulada foi de 38,4 por cento.

(Por Gabriela Mello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos