China pode impedir bolhas de ativos e alta rápida nos níveis da dívida, diz economista do BC

PEQUIM (Reuters) - A política monetária da China será prudente e neutra em 2017, o que ajudará a impedir bolhas de ativos e uma rápida alta dos níveis da dívida, afirmou nesta quinta-feira o economista-chefe do banco central, Ma Jun.

Tal política também ajudará a manter o crescimento econômico em uma taxa razoável, de acordo com uma transcrição vista pela Reuters de um discurso que Ma fez em Cingapura.

O índice de preços ao consumidor da China deve subir cerca de 2,5 por cento este ano, segundo a transcrição.

A China está estudando planos para prorrogar de forma apropriada o horário de negociação do mercado de títulos, completou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos