Orlando Bloom expressa pesar por sofrimento de crianças na região do Lago Chade

Por Magdalena Mis

LONDRES (Thomson Reuters Foundation) - O ator Orlando Bloom, que atuou nos filmes "Piratas do Caribe" e "Senhor dos Anéis", disse nesta sexta-feira que é difícil conceber a escala do sofrimento na região africana do Lago Chade depois de visitar algumas das crianças desabrigadas por anos de conflito.

A insurgência do grupo islâmico militante Boko Haram causou o deslocamento de 2,3 milhões de pessoas através das terras pantanosas do Lago Chade, onde as fronteiras de Chade, Camarões, Níger e Nigéria se encontram, e prejudicou a subsistência de centenas de milhares mais.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 10,7 milhões de pessoas do nordeste nigeriano e dos arredores do Lago Chade – aproximadamente duas de cada três pessoas – precisam de ajuda humanitária, e mais de 7 milhões correm risco de passar fome.

Bloom, que é embaixador da Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), viajou a Diffa, no sudeste do Níger, para conhecer algumas das 1,3 milhão de crianças desabrigadas pelo que a ONU afirma ser uma das crises de deslocamento de mais rápido crescimento na

África.

"Como pai, é difícil para mim imaginar quantas destas crianças são presas deste conflito", disse o ator britânico de 40 anos em um comunicado.

"Durante minha viagem, ouvi histórias pavorosas sobre crianças fugindo a pé, deixando tudo para trás, incluindo a segurança de seus lares e suas salas de aula".

    "É extremamente difícil compreender esta situação quando você não está aqui. Vi a profundidade da dor e do sofrimento que estes garotos estão passando. Isto é algo que nenhuma criança deveria vivenciar", completou.

Até um milhão de pessoas tiveram seu acesso à ajuda humanitária interrompido por militantes do Boko Haram, apesar de uma ofensiva militar regional contra a facção.

Também nesta sexta-feira, doadores internacionais presentes a uma conferência em Oslo prometeram 672 milhões de dólares em novas doações para a região do Lago Chade no decorrer dos próximos três anos, sendo 457 milhões em 2017.

    A ONU diz precisar de 1,5 bilhão de dólares em ajuda humanitária para a região neste ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos