Comandante oriental da Líbia declara vitória em batalha por Benghazi

BENGAZI, Líbia (Reuters) - O comandante oriental da Líbia, Khalifa Haftar, disse nesta quarta-feira que suas forças tomaram controle total da segunda cidade líbia, Benghazi, de grupos armados rivais após uma campanha de três anos.

A batalha por Benghazi entre o autodenominado Exército Nacional Líbio, de Haftar, e uma série de militantes islâmicos e outros combatentes tem sido parte de um conflito mais amplo desde que a Líbia entrou em caos após a queda em 2011 de Muammar Gaddafi.

A vitória marcaria um grande avanço para o ex-aliado de Gaddafi que lentamente ganhou espaço no leste e sul da Líbia, em desafio ao governo apoiado pela Organização das Nações Unidas no oeste na capital Trípoli, que luta para estender sua influência.

"Suas forças armadas declaram para vocês a libertação de Benghazi do terrorismo, uma libertação total e uma vitória de dignidade", disse Haftar, vestindo um uniforme branco em discurso televisionado.

"Benghazi entrou em uma nova era de segurança e paz".

Durante os três anos de sua "Operação Dignidade", as forças de Haftar sofreram grandes perdas em confrontos com militantes islâmicos e rebeldes anteriormente anti-Gaddafi que estavam resistindo com o que viram como seu regime militar sobre a cidade.

Mesmo após o fim do conflito, partes de Benghazi tem sido destruídas por intensos bombardeios e ataques aéreos e, assim como fizeram em retiradas passadas na batalha pela cidade, grupos rivais armados podem usar táticas de guerrilha contra forças de Haftar.

(Por Ayman Al-Warfalli)

((Tradução Reuters São Paulo 55511 5644-7757))

REUTERS LGG

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos