Rússia nega que aviões tenham matado civis em ataque na província síria de Deir al-Zor, diz Ifax

MOSCOU (Reuters) - O Ministério de Defesa da Rússia negou, nesta segunda-feira, que aviões de guerra russos tenham conduzido ataques aéreos letais em um vilarejo na província síria de Deir al-Zor, que mataram dezenas de civis, relatou a agência de notícias Interfax.

A resposta de Moscou vem depois que o Observatório Sírio para Direitos Humanos disse que ao menos 53 civis, incluindo crianças, foram mortos por ataques aéreos russos no vilarejo sírio de Al-Shafah.

(Reportagem de Polina Devitt)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos