Suspeito de ataque em aeroporto de Istambul parece ter sido morto na Geórgia, dizem fontes

Por Margarita Antidze

TBILISI (Reuters) - Um ex-líder do Estado islâmico suspeito de planejar um ataque mortal no aeroporto de Istambul em 2016, parece ter sido morto durante uma operação especial na ex-república soviética da Geórgia na semana passada, disseram três fontes familiarizadas com o caso.

É grande a possibilidade de Akhmed Chatayev, de origem chechena, ter perdido a vida durante uma operação policial contra um grupo de homens armados nos arredores da capital georgiana, Tbilisi, na semana passada, disseram as três fontes.

Um militar das forças especiais georgianas e três membros do grupo armado, que era suspeito de terrorismo, foram mortos na operação. Quatro policiais foram feridos e um membro do grupo foi preso durante a operação de 20 horas na área onde o grupo estava escondido.

"Nós suspeitamos que um dos homens armados mortos na operação especial em Tbilisi poderia ser Akhmed Chatayev", disse Nino Giorgobiani, vice-chefe do serviço de segurança do Estado, à Reuters na terça-feira.

Ela disse que as conclusões finais seriam alcançadas depois que os especialistas concluírem seu trabalho e "as agências relevantes dos Estados Unidos (tiverem) se juntado à investigação".

Duas outras fontes, que não quiseram ser identificadas, disseram à Reuters que parecia muito provável que Chatayev tivesse sido morto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos