PUBLICIDADE
Topo

Bombardeios matam 19 pessoas em vilarejo sírio controlado por rebeldes

20/12/2017 15h52

BEIRUTE (Reuters) - Ataques aéreos mataram 19 pessoas em Idlib, bastião dos rebeldes da Síria, de terça para quarta-feira, disseram um serviço de resgate atuante no local e o Observatório Sírio dos Direitos Humanos nesta quarta-feira.

Os ataques atingiram Maar Shureen, na província de Idlib, situada no noroeste do país, e feriram outras 25 pessoas, informou o Observatório, sediado no Reino Unido, acrescentando haver sete crianças entre os mortos.

O grupo de monitoramento da guerra ainda disse que aeronaves do governo sírio ou russo alvejaram o vilarejo. O Ministério da Defesa da Rússia negou envolvimento, dizendo em um comunicado divulgado pela agência de notícias RIA que seus caças não voaram naquela área.

Os militares sírios não comentaram de imediato, mas dizem só visar alvos militantes.

A defesa civil de Idlib, um serviço de resgate conhecido como Capacetes Brancos que opera em território rebelde, disse em redes sociais que um bombardeio intenso matou 19 pessoas da noite para o dia.

"Houve dois ataques consecutivos... o segundo ataque veio pouco depois de as equipes de resgate chegarem", relatou Mustafa Youssef, que comanda a defesa civil de Idlib.

Damasco perdeu Idlib depois que insurgentes tomaram a capital provincial em 2015. Desde então ela se tornou a única província totalmente controlada pela oposição e a parte mais populosa da Síria dominada pelos insurgentes.

    (Por Ellen Francis)