PUBLICIDADE
Topo

Vice da premiê britânica May, Damian Green, renuncia após comentários enganosos sobre pornografia

20/12/2017 21h01

LONDRES (Reuters) - O ministro Damian Green, o mais sênior da primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, renunciou a pedido da premiê após uma investigação interna descobrir que ele havia feito comentários enganosos sobre pornografia encontrada em seus computadores em seu escritório parlamentar.

A renúncia de um de seus aliados mais confiáveis, que ajudou a pacificar seu partido profundamente dividido, é um golpe sério para May, conforme ela navega para o ano final das tortuosas negociações do Brexit antes da saída do Reino Unido da União Europeia em março de 2019.

Green foi nomeado após a desastrosa aposta de May em uma eleição antecipada em junho, que fez com que seu partido perdesse sua maioria no Parlamento. Green, um velho amigo, foi trazido para estabilizar a liderança de May e conter inimigos dentro do Partido Conservador que queriam a saída da premiê.

Uma revisão do secretário de gabinete descobriu que as afirmações de Green que sugeriam que ele não estava ciente de que materiais indecentes foram encontrados em 2008 em computadores parlamentares em seu escritório eram “inexatas e enganosas”.

“Eu lamento que tenha sido solicitado a renunciar do governo após quebra do Código Ministerial, pela qual eu me desculpo”, disse Green em carta a May. Ele acrescentou que não havia feito download ou visualizado pornografia em seus computadores parlamentares.

(Reportagem de Guy Faulconbridge)