Ataque a tiros em escola em Kentucky deixa dois estudantes mortos e mais 17 feridos

BENTON, Estados Unidos (Reuters) - Um menino de 15 anos abriu fogo com um revólver em sua escola no oeste de Kentucky nesta terça-feira, matando dois colegas de sala e deixando mais de uma dúzia de feridos antes de ser preso, disseram o governador e a polícia do Estado norte-americano.

O ataque a tiros começou pouco depois das 8h (12h no horário de Brasília) em uma escola de Ensino Médio no distrito de Marshall em Benton, Kentucky, afirmaram a polícia estatal e o governador, Matt Bevin.

O incidente foi o mais recente surto de violência armada, que tem se tornado uma ocorrência regular em escolas e faculdades dos Estados Unidos nos últimos anos.

No tiroteio desta terça-feira, 14 estudantes foram atingidos pelos disparos, dois deles fatalmente. Uma das vítimas, uma menina de 15 anos, morreu no local, e a morte de um menino de 15 anos foi confirmada no hospital, disse Bevin, durante coletiva de imprensa.

Outros cinco estudantes sofreram lesões não causadas pelas munições, deixando o número total de feridos em 17.A polícia disse que a violência começou quando o suspeito de 15 anos entrou na escola armado e começou a atirar. O governador informou que o adolescente foi detido no local "de uma maneira não violenta". Nenhum detalhe adicional sobre as circunstâncias do ataque foi divulgado de imediato por autoridades.

Os estudantes envolvidos não estão sendo identificados publicamente, disse Bevin.

(Por Vernell Hackett, com reportagem de Colleen Jenkins em Winston-Salem, Carolina do Norte e Peter Szekely em Nova York)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos