PUBLICIDADE
Topo

Protestos contra governo na Nicarágua entram no 5º dia e número de mortos sobe

22/04/2018 17h58

Por Oswaldo Rivas

MANÁGUA (Reuters) - As manifestações contra o governo na Nicarágua entraram em seu quinto dia neste domingo, enquanto o número de mortos pela violência aumentou e saques foram registrados em algumas áreas, agravando a crise em torno do presidente de longa data, DanielOrtega.

A Cruz Vermelha disse que pelo menos sete pessoas morreram e centenas ficaram feridas nos protestos, enquanto uma organização de direitos humanos disse ter registrado 25 mortes.

As manifestações começaram na quarta-feira, desencadeadas por planos de elevar as contribuições dos trabalhadores à seguridade social e aposentadorias menores, disseram testemunhas da Reuters.

Pelo menos duas marchas de protesto foram planejadas em Manágua neste domingo.

Na noite de sábado, a mídia local informou que um repórter foi baleado e morto durante uma transmissão ao vivo de Bluefields, uma cidade na costa caribenha atingida pelas turbulências.

Imagens gráficas do incidente logo se espalharam para mídias sociais e locais.

A repressão da polícia contra os protestantes e restrições à mídia nos últimos dias alimentaram críticas mais generalizadas contra Ortega, que gradualmente aumentou sua influência sobre as instituições do país desde que retornou ao poder mais de 11 anos atrás.