Líder da maioria no Senado diz que há possibilidade de votar PIS/Cofins nesta quinta-feira

SÃO PAULO (Reuters) - A líder da maioria no Senado, Simone Tebet (MDB-MS), afirmou nesta quinta-feira que há possibilidade de o plenário da Casa analisar projeto que altera alíquota do PIS/Cofins sobre o óleo diesel, mas que qualquer definição sobre votação só ocorrerá durante a reunião de líderes convocada para o início desta noite.

Segundo a senadora, chegou-se a aventar a convocação de uma sessão deliberativa do Senado na manhã da sexta-feira, mas há o temor que senadores não consigam retornar de suas bases à capital do país, até mesmo por conta dos reflexos da paralisação dos caminhoneiros, que já começam a impactar o transporte.

"Tudo é possível, ainda temos um painel com 42 (senadores), mas vamos ver se há um mínimo consenso", disse a senadora à Reuters.

"Poderia até se chegar a um acordo e a votação ocorrer hoje", afirmou. "Não há problema se houver acordo, está dado o quórum."

Caso decida-se pela votação ainda nesta quinta-feira, explica a senadora, poderia ser utilizado o quórum de mais de 40 senadores que marcaram presença em plenário mais cedo, mediante acordo entre os líderes.

"Pode-se ratificar a decisão da Câmara, fazer alguma alteração e a Câmara analisa na segunda", ponderou, acrescentando que "vai depender da reunião" de líderes nesta noite.

"O importante é que o Senado está dando um passo", avaliou.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos