Kremlin diz que investigação de procurador-especial dos EUA sobre a Rússia é inútil

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin informou nesta terça-feira que a investigação do procurador-especial dos Estados Unidos, Robert Mueller, sobre suposta interferência da Rússia na eleição presidencial norte-americana de 2016 e outros crimes relacionados terminará um dia, descrevendo-a como inútil.

"Existe esperança de que um dia chegue ao fim", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres quando indagado sobre a investigação.

"Em russo chamamos isso de escorrer água por uma peneira", afirmou ele a respeito do inquérito, enfatizando o que vê como um esforço em vão. "É exatamente isso que o processo parece".

A Rússia vem negando insistentemente que interferiu na votação para ajudar o presidente norte-americano, Donald Trump, a chegar à Casa Branca e se queixou do que qualificou como uma campanha anti-Rússia orquestrada nos EUA.

(Por Tom Balmforth)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos