Militantes atacam ministério afegão com bombas, granadas e tiros

Por Hamid Shalizi

CABUL (Reuters) - Atiradores munidos de fuzis e lançadores de granada atacaram a sede altamente fortificada do Ministério do Interior afegão nesta quarta-feira, enfrentando forças de segurança durante mais de duas horas, no mais recente ataque à capital Cabul.

Um carro-bomba foi detonado na entrada do ministério para iniciar o ataque, e em seguida vários atiradores conseguiram entrar no complexo, disse uma autoridade policial de alto escalão.

O Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelo ataque, sem fornecer nenhuma evidência.

O porta-voz do ministério, Najib Danish, confirmou que o ataque foi realizado por um grupo de 10 militantes e que ao menos um policial foi morto e cinco ficaram feridos.

Um funcionário graduado do ministério disse que um agressor se explodiu dentro do complexo e que outro resistia dentro de uma torre de vigilância enquanto uma coluna de poeira e fumaça cubria o local.

Dentro do ministério, funcionários disseram que os agressores não conseguiram invadir edifícios importantes, localizados longe da entrada principal e que há uma grande área plana dentro do complexo que ajudou as forças afegãs a conterem o ataque rapidamente.

(Reportagem de Ahmed Tolba)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos