PUBLICIDADE
Topo

Relatório da ONU sobre rohingyas merece consideração séria, diz secretário-geral

28/08/2018 16h47

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - Um relatório da ONU que afirmou que militares de Mianmar realizaram assassinatos em massa e estupros de muçulmanos rohingyas com "intenção genocida" merece consideração séria, disse o secretário-geral da ONU nesta terça-feira.

Segundo o relatório, o comandante-geral do país e cinco generais devem ser processados.

António Guterres disse em uma reunião do Conselho de Segurança da ONU no dia após a publicação do relatório que a responsabilização é essencial para uma reconciliação genuína entre todos os grupos étnicos.

Sem usar a palavra genocídio, Guterres disse que o relatório de peritos independentes encontrou “'padrões de violações dos Direitos Humanos e abusos' cometidos pelas forças de segurança".

"Acredito que as conclusões e recomendações do relatório merecem consideração séria por todos os órgãos relevantes das Nações Unidas", disse Guterres.

(Reportagem de Rodrigo Campos)