PUBLICIDADE
Topo

Navio de resgate atraca na Espanha com 308 imigrantes a bordo

28/12/2018 10h44

Por Guillermo Martinez

ALGECIRAS, Espanha (Reuters) - Um navio de uma organização de caridade espanhola atracou no porto de Algeciras, no sul da Espanha, nesta sexta-feira, levando para terra firme mais de 300 imigrantes resgatados no mar Mediterrâneo há uma semana.

Diversos países europeus, incluindo Malta e Itália, haviam recusado a entrada do navio da organização Proactiva Open Arms, embora uma mãe e seu filho recém-nascido tenham sido levados de helicóptero a Malta. A maior parte dos 308 imigrantes são africanos e foram resgatados na costa da Líbia.

Homens faziam fila no convés do navio à medida que a embarcação adentrava o porto na manhã desta sexta-feira, alguns usando chapéus de Papai Noel.

A polícia espanhola e funcionários da Cruz Vermelha ajudaram os imigrantes a desembarcar. A Cruz Vermelha havia montado tendas no cais para realizar exames médicos.

No geral, a imigração ilegal para a Europa por via marítima caiu acentuadamente desde 2016, mas as chegadas à Espanha mais do que dobraram anualmente, chegando a taxa de mais de mil pessoas por semana neste ano.

O governo socialista espanhol tem aceitado centenas de imigrantes resgatados pela Proactiva Open Arms durante 2018.

Os socialistas perderam poder na região de Andaluzia em eleições locais neste mês, com o partido Vox, cuja campanha foi baseada em uma agenda anti-imigração, ganhando assentos, na primeira vitória eleitoral da extrema-direita na Espanha desde a redemocratização do país na década de 1970.