PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Erdogan diz à Suécia e a líderes da Otan que a Turquia aguarda próximas medidas das nações nórdicas

25/06/2022 13h07

Por Azra Ceylan

ISTAMBUL (Reuters) - O presidente Tayyip Erdogan disse aos líderes de Otan e Suécia neste sábado que os países nórdicos devem agora tomar medidas vinculativas para cobrir as preocupações da Turquia e encerrar a oposição turca às propostas de adesão das nações nórdicas ao bloco militar, informou a mídia estatal turca.

A Suécia e a Finlândia solicitaram adesão à Otan em resposta à invasão da Ucrânia pela Rússia.

Mas Ancara surpreendeu os aliados ao se opor às propostas alegando que Estocolmo e Helsinque apoiam militantes curdos como o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e mantêm embargos de armas à Turquia. Ele quer reversões em ambas as frentes.

Em uma ligação, Erdogan disse à primeira-ministra sueca Magdalena Andersson que a Turquia quer ver as "aplicações concretas e claras dos compromissos vinculativos que a Suécia fará" antes de apoiar a adesão, informou a agência Anadolu.

No Twitter, o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, descreveu sua ligação com Erdogan como boa e disse que ele e o chefe de Estado turco concordaram em continuar as negociações sobre as propostas de adesão dos países nórdicos em uma cúpula da Otan em Madri nesta semana.