Surto de casos de gripe na China está sob controle, diz ministro das Relações Exteriores

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O recente aumento de doenças respiratórias na China é um problema comum enfrentado por todos os países e que as autoridades chinesas mantêm sob controle efetivo, disse o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, nesta quarta-feira.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) solicitou na semana passada à China informações detalhadas sobre o aumento de doenças respiratórias e relatos de surtos de pneumonia em crianças.

Mas um funcionário da OMS disse na segunda-feira que o aumento de doenças na China não é tão elevado como antes da pandemia de Covid-19 e reiterou que não foram encontrados agentes patogênicos novos ou incomuns nos casos recentes.

"Recentemente, temos visto alguns surtos de casos de gripe entre crianças em certas partes da China. Na verdade, esse é um fenômeno muito comum em muitos países, e na China foi colocado sob controle efetivo", disse Wang a jornalistas na sede da ONU em Nova York, onde presidiu uma sessão do Conselho de Segurança da ONU sobre o conflito Israel-Hamas.

"As interações da China com a comunidade internacional não serão afetadas por nenhum fator e acolhemos com satisfação mais visitas de amigos de todo o mundo", disse ele.

Tanto a China como a OMS enfrentaram questões sobre a transparência da comunicação dos primeiros casos de Covid-19 que surgiram na cidade de Wuhan, na região central da China, no final de 2019.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes