PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro vota com colete à prova de balas

28/10/2018 12h43

Jair Bolsonaro votou por volta das 9h da manhã.

Enviado especial ao Rio de Janeiro

Como no primeiro turno, Bolsonaro votou cedo, na Escola Municipal Rosa da Fonseca, dentro da Vila Militar, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O candidato, que estava recluso em sua casa desde que saiu do hospital, falou rapidamente com a imprensa e disse que pelo que viu nas ruas, “a expectativa é de vitória”.

O favorito nas pesquisas eleitorais seguiu para sua residência, na Barra da Tijuca. Antes de entrar no prédio, Bolsonaro abriu a porta do carro e acenou para os jornalistas.

Uma hora depois, em São Paulo, foi a vez do candidato Fernando Haddad votar. Na saída, o petista disse que “hoje o que está em jogo é a democracia no Brasil.

Quem também votou em São Paulo foi o presidente Michel Temer. Ele disse que está tudo preparado para a transição que, segundo ele, começa já amanha.

Poucas filas pela manhã no Rio de Janeiro

A votação começou tranquila no estado do Rio de Janeiro, onde mais de 12 milhões de eleitores estão inscritos. Nos bairros da Zona Sul as filas eram pequenas e os eleitores cumpriram seu dever de cidadão em alguns minutos.

Já em algumas zonas eleitoras mais afastadas, como na Baixada Fluminense, teve gente que chegou às 5h da manhã, mesmo se o voto só começava às 8h. Muitos queriam evitar as horas de espera registradas no primeiro turno, quando a identificação biométrica, provocou atrasos no processo eleitoral em algumas regiões.   

O voto vai até às 17h e a apuração começa às 19h. Segundo as autoridades, cerca de 90% dos votos já devem estar apurados por volta das 21 horas.