PUBLICIDADE
Topo

França: governo lança campanha contra homofobia e transfobia nas escolas

Transfobia - Getty Images
Transfobia Imagem: Getty Images

28/01/2019 11h53

O Ministério francês da Educação lançou nesta segunda-feira (28) uma nova campanha de sensibilização contra a homofobia e a transfobia nas escolas de ensino médio e universidades do país.

No ano passado, 18% dos alunos homossexuais ou transgêneros franceses declararam ter sido alvo de diferentes insultos, de acordo com uma pesquisa publicada pelo Instituto IFOP.

Segundo o Ministério da Educação, outro estudo mostrou que essas experiências afetaram a saúde dos estudantes. Muitos passaram a ter medo de ir para a escola e 72% guardam lembranças "ruins" ou "muito ruins" do período passado no estabelecimento.

Durante a campanha, cujo slogan é "todos iguais, todos aliados", organizada pelo governo francês, serão distribuídos folhetos com a palavra "Basta!" e exemplos de discriminação que devem ser banidos do cotidiano dos alunos.

O governo também vai propor um guia acompanhado de um serviço de ajuda à distância por telefone, e-mail ou chat, e um manual para as equipes pedagógicas, que poderão ser acessados on-line.

Última campanha aconteceu em 2015

Os insultos homofóbicos se banalizaram e são particularmente ofensivos, lembra a ONG SOS Homofobia, que constatou em 2017 um aumento de 38% de atos desse tipo na escola. As consequências, segundo a associação, são o mau desempenho escolar, isolamento e depressão. O risco de tentativa de suicídio é quatro vezes mais elevado entre os jovens LGBT que no resto da população.

As provocações são frequentes nos estabelecimentos e começam cedo, ressalta o presidente da Associação, Joël Deumier. "Bicha é o primeiro xingamento que as crianças aprendem nos pátios das escolas", exemplifica. Para ele, o fato de a palavra "transfobia" aparecer pela primeira vez em uma campanha do governo já é um avanço.

O governo também declarou que o tema será um dos destaques da Jornada Internacional de luta contra a Homofobia e a Transfobia, que acontecerá no próximo dia 17 de maio.