PUBLICIDADE
Topo

Guarnição militar restaurada de templários na França é viagem de volta à Idade Média

10/07/2020 03h10

Para quem se interessa pela Idade Média e, em especial, pela mítica Ordem dos Templários, a região central de Vendôme, na França, oferece uma atração especial: a Commanderie Templière d'Arville.

Para quem se interessa pela Idade Média e, em especial, pela mítica Ordem dos Templários, a região central de Vendôme, na França, oferece uma atração especial: a Commanderie Templière d'Arville.

A Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão também conhecidos simplesmente como Templários, foi uma organização militar e religiosa, criada logo após o sucesso da Primeira Cruzada de 1096, com o objetivo inicial de proteger a Terra Santa conquistada pelos cristãos e proteger os peregrinos que se dirigiam a Jerusalém.

As atividades dos templários aconteceram nos séculos 12 e 13. Eles participam de outras cruzadas e também da Reconquista Ibérica. "Os templários criaram uma rede por toda a Europa", explica Amélie Batard, responsável pela comunicação da Commanderie d'Arville. Uma comanderia era uma espécie de mosteiro ou posto militar, principalmente vinda de doações de terras.

"As guerras custavam caro, a comanderia fazia exploração agrícola para custear as missões e era também uma base de recrutamento e centro de treinamento", explica Batard.

Uma exposição nos antigos estábulos e alojamentos restaurados faz o visitante conhecer um pouco sobre a Idade Média dos templários. O percurso mostra uma interpretação sobre a origem e as principais contribuições e influências trazidas pela ordem ao ocidente: as transações financeiras, tesouros, ciências, música e até o jogo de xadrez.  

Os templários faziam votos de pobreza, castidade, devoção a Cristo e obediência. A imagem mais recorrente de um templário é o cavaleiro medieval coberto por uma capa ou manto branco com uma grande cruz vermelha.

Além da experiência tridimensional no interior da comanderia, o local é um museu ao ar livre, com edifícios preservados que dão uma ideia da vida no século 12. O complexo inclui estruturas originais do portal de entrada, alojamentos, igreja, forno e estábulos.

Decadência durante séculos

Em 1307, os templários caíram em desgraça, foram presos e tiveram seus bens confiscados. A área de Arville sofreu com a guerra contra a Inglaterra, com a Revolução Francesa e acabou tendo vários usos até ser criada uma associação, no final do século passado, para restaurar o local, que agora é uma atração turística importante da região de Vendôme.

"A visita da Comanderia de Arville é muito interessante, pois através de algumas edificações típicas da Idade Média nos faz mergulhar no tempo das cruzadas e compreender melhor como a ordem dos templários, criada para defender Jerusalém e áreas conquistadas, conseguia meios humanos e materiais para, de certa forma, financiar e alimentar as operações de guerra no Oriente", diz Jean-François Boyer, um turista morador da região parisiense, entrevistado pela RFI.