PUBLICIDADE
Topo

Nadal vence seu 13º torneio de Roland Garros e iguala o recorde de Federer no Grand Slam

11/10/2020 14h25

Mestre absoluto do saibro, o tenista Rafael Nadal, de 34 anos, não deu chances ao sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, na final do torneio de Roland Garros 2020, neste domingo (11).

Mestre absoluto do saibro, o tenista Rafael Nadal, de 34 anos, não deu chances ao sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, na final do torneio de Roland Garros 2020, neste domingo (11).

O espanhol triunfou em três sets, vencendo por 6-0, 6-2, 7-5. Esta foi a sua 13ª vitória em Paris. E, com 20 vitórias no Grand Slam, ele alcança o mesmo desempenho do suíço Roger Federer.

Esta edição de Roland Garros será lembrada por seu contexto específico. Fortemente impactado pela crise de saúde provocada pela pandemia do coronavírus, o torneio foi disputado entre setembro e outubro, em vez de maio e junho, e diante de um público muito pequeno (permitido 1.000 espectadores).

Por outro lado, nada de novo em relação ao vencedor no masculino: Rafael Nadal ainda reina nas quadras parisienses.

"Tem sido um ano muito difícil, mas vencer aqui significa tudo para mim. Hoje não estou pensando no 20º título do Grand Slam e nem no fato de ser igual ao Roger. Para mim, hoje é uma vitória de Roland Garros. Roland Garros é tudo para mim. Foi onde passei os melhores momentos da minha carreira. O caso de amor que eu tenho com esta cidade e esta quadra é inesquecível ", comentou Nadal.

Imbatível durante toda a quinzena de jogos, Nadal não perdeu nenhum set contra Egor Gerasimov, Mackenzie McDonald, Stefano Travaglia, Sebastian Korda, Jannik Sinner e Diego Schwartzmann. O espanhol também foi implacável com Novak Djokovic na final. O melhor jogador da história no saibro passou facilmente pelo adversário.

Djokovic não jogou mal, em particular tentando desestabilizar seu adversário. Porém, diante de um Nadal seguro e confiante, com imensa eficiência nas finalizações, o sérvio cometeu muitos erros (52, enquanto Nadal cometeu apenas 14).

Desempenho em números

Nadal venceu sua 100ª partida em Roland Garros, onde teve apenas duas derrotas e uma desistência. O espanhol ganhou todas as finais que jogou em Paris. Com mais de 15 anos de diferença, ele se tornou o jogador cuja primeira e a mais recente vitória no Grand Slam são as mais distantes.

No sábado (10), a polonesa Iga Swiatek venceu o torneio feminino ao derrotar na final a americana Sofia Kenin.

Apesar de uma bilheteria reduzida a 3% do normal, a Federação Francesa de Tênis, organizadora do torneio de Roland Garros, declarou que conseguiu equilibrar as contas, ainda que com uma arrecadação entre 80 e 100 milhões de euros a menos, de acordo com o gerente geral da instituição, Jean-François Vilotte.