PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Papa Francisco defende união civil para casais gays em declaração inédita

Fotografia do Papa Francisco - Wikimedia Commons
Fotografia do Papa Francisco Imagem: Wikimedia Commons

21/10/2020 13h34

A declaração do papa é inédita e balança as estruturas milenares do Vaticano, em Roma. Segundo ele, os homossexuais devem poder se beneficiar de proteção legal por meio de uma união civil. O Papa Francisco defendeu a união civil para casais gays em um documentário apresentado nesta quarta-feira (21) em Roma.

A declaração do papa é inédita e balança as estruturas milenares do Vaticano, em Roma. Segundo ele, os homossexuais devem poder se beneficiar de proteção legal por meio de uma união civil. O Papa Francisco defendeu a união civil para casais gays em um documentário apresentado nesta quarta-feira (21) em Roma.

"Os homossexuais têm o direito de fazer parte de uma família", sublinhou Francisco. "Eles são filhos de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deve ser deixado de fora ou infeliz por este motivo", disse o papa em "Francesco", filme do diretor Evgeny Afineevsky.

"O que temos que criar é uma lei de união civil. Assim, eles estão legalmente protegidos. Estou fazendo campanha para isso", acrescentou o pontífice.

De acordo com seu biógrafo britânico, Austen Ivereigh, o Papa Francisco nunca havia antes se pronunciado tão claramente a favor dos direitos dos homossexuais.

O documentário "Francesco",de Evgeny Afineevsky, entrelaça vozes e histórias do passado e do presente. Inclui entrevistas exclusivas com o próprio Papa Francisco, com o Papa emérito Bento XVI, com membros da família do Papa e muitos outros.

No filme, Afineevsky destaca os desafios de nosso tempo, as urgências que precisam ser respondidas e a missão da Igreja em olhar para aqueles que sofrem injustiças.

Com informações da AFP

Cotidiano