PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Padre é acusado de machucar bebê durante cerimônia de batismo no Chipre

Padre é acusado de machucar bebê em cerimônia de batismo em cidade do Chipre - Reprodução
Padre é acusado de machucar bebê em cerimônia de batismo em cidade do Chipre Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

21/10/2020 12h16

Um padre de uma Igreja Ortodoxa grega foi acusado de machucar um bebê durante uma cerimônia de batismo realizada em Limassol, cidade no Chipre, no último sábado.

No vídeo que foi gravado sobre a cerimônia (veja abaixo), é possível visualizar o padre tentando mergulhar o bebê a força na tigela do batismo. As pernas da criança se chocaram com a borda do recipiente algumas vezes, e ela começou a chorar.

Segundo o site Greek Reporter, os pais do bebê apresentaram uma queixa formal sobre o padre pela atitude.

"O padre bateu no meu bebê, todos gritamos com ele para ter cuidado, mas ele respondeu: 'Sou responsável pelo batismo'", disse Ntina Shitta, a mãe da criança, em um post em seu perfil do Facebook. "O bebê ficou vermelho e estava em estado de choque! Este padre arruinou o nosso dia mais bonito", acrescentou.

No domingo, o padre deu uma entrevista para uma rede de televisão local apresentando a sua versão sobre o fato. Ele pediu desculpas para a família do bebê, mas negou qualquer ato ilícito intencional.

"A verdade é que o bebê quase escorregou das minhas mãos e, como podem ver no vídeo, coloquei o meu braço para o proteger. Não houve intenção da minha parte de bater ou ferir o bebê".

Internacional