PUBLICIDADE
Topo

Paris inova com break dance e paridade homens e mulheres nas Olimpíadas 2024

07/12/2020 16h36

O Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou nesta segunda-feira (7) a entrada do break dance, do skateboard, da escalada e do surfe como esportes olímpicos em 2024 nas Olimpíadas de Paris. Além disso, pela primeira vez da história dos Jogos Olímpicos haverá paridade no número de atletas homens e mulheres a participarem do evento.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou nesta segunda-feira (7) a entrada do break dance, do skateboard, da escalada e do surfe como esportes olímpicos em 2024 nas Olimpíadas de Paris. Além disso, pela primeira vez da história dos Jogos Olímpicos haverá paridade no número de atletas homens e mulheres a participarem do evento.

Este era um objetivo do Comitê de Paris e do Comitê Internacional. Em Tóquio, nos próximos Jogos Olímpicos, a razão deve ser de 51,2 % de homens contra 48,8 % de mulheres.

A paridade fará sua estreia na mesma cidade em que as mulheres competiram pela primeira vez em 1900. Nos Jogos Olímpicos de cento e vinte anos atrás, foram 22 pioneiras em um universo de 975 homens.

Esportes adicionais

Sem surpresa, a comissão executiva confirmou os quatro esportes propostos pelo capital francesa. A competição de break dance e a de skateboard serão realizadas na praça da Concórdia, no final da famosa avenida Champs Élysées.

A disputa de escalada será em um muro feito em Bourget, ao norte de Paris, ainda a ser construído.

Os surfistas competirão no Taiti, enfrentando as míticas ondas de Teahuppo.

Não há garantias de que as quatro modalidades continuarão nos anos a seguir, já que não fazem parte da lista de 28 esportes oficiais. No entanto, skateboard, surfe e escalada já estão na lista dos jogos de Tóquio, que devem acontecer em 2021.

Mudança de esportes para garantir paridade

A marcha 50km masculina não fará parte das Olimpíadas em Paris. No lugar, haverá uma outra modalidade mista, ainda não decidida. Essa é uma das alterações que garantirão a mesma quantidade de homens e mulheres entre os atletas.

No boxe, uma categoria masculina será substituída por uma feminina. Nas provas de vela, três provas mistas: o kitesurf, o 470 e o offshore.

Na canoagem, o slalom extremo misto entra em lugar de duas provas masculinas. Nas provas de tiro, sai o trap e entra o skeet olímpico em equipes mistas.

(Com informações da AFP)