Catedral de Notre Dame de Paris "recupera o seu esplendor" um ano antes de reabertura

Os jornais franceses desta sexta-feira (8) visitam o canteiro de obras da Catedral de Notre Dame, de Paris, um ano antes da reabetura prevista ao público.

Um renascimento fabuloso, escreve o Le Parisien, com uma foto inteira de capa da catedral, ainda cercada por aindaimes. O monumento, que pegou fogo em 15 de abril de 2019, "recupera seu esplendor", descreve o texto. 

Os primeiros fiéis e o presidente Emmanuel Macron poderão entrar na catedral na manhã desta sexta-feira e "redescobrir suas paredes de pedra limpas, seus vitrais coloridos sem poeira e as esculturas recuperadas".     

Os 8.000 tubos do grande órgão da Notre Dame também estão sendo restaurados, assim como as figuras dos gárgulas, da fachada.

A estrutura de madeira para o telhado, com 2.000 peças de carvalho massiças e seguindo o modelo de construção medieval, começa a ser instalada. 

A réplica da flecha projetada por Viollet-le-Duc, no alto da catedral, já poderá ser vista, a 96 metros de altura.  

O objetivo é que a Catedral seja reaberta para os Jogos Olímpicos Paris-2024.

O jornal Le Figaro descreve o canteiro de obras como "um balé bem ensaiado", onde 500 operários trabalham. 

A reportagem destaca a restauração da pintura das capelas, cujos "afrescos agora exibem cores extraordinárias que haviam se apagado com o tempo", incluindo um céu estrelado.

Continua após a publicidade

Em 2024, restará cobrir o telhado com uma camada de chumbo, restaurando a aparência que a Notre Dame tinha desde o século 19. A expectativa é de que tudo esteja pronto no verão europeu, quando ainda faltará reinstalar os móveis e os objetos litúrgicos.  

Na visita ao canteiro de obras, o presidente Emmanuel Macron anunciou a criação de um museu da Notre-Dame de Paris no Hôtel-Dieu, o mais antigo hospital de Paris. Ele também anunciou um concurso para criação de vitrais contemporâneos para a Catedral, que vão compor a decoração, ao lado de vitrais milenares.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes