Delegado esquece filha de 11 meses trancada no carro, e criança morre no Rio Grande do Sul

Lucas Azevedo
Do UOL, em Porto Alegre

Uma menina de 11 meses morreu na tarde dessa quinta-feira (17), no noroeste gaúcho, depois de ficar quase cinco horas trancada dentro do carro do pai. O esquecimento ocorreu em Santa Rosa (495 km de Porto Alegre). O pai, delegado de polícia da cidade, entrou em estado de choque e foi hospitalizado.

Eram por volta de 17h quando o celular do delegado titular da 2ª Delegacia da Polícia Civil de Santa Rosa, José Enilvo Soares de Bastos, tocou. Ele estava na rua, atendendo a uma ocorrência, no momento em que sua mulher ligou perguntando pela filha do casal.

A menina Alice de Bastos deveria ter sido deixada na creche no início da tarde pelo pai, antes de ele chegar ao trabalho. Bastos percebeu o esquecimento e imediatamente voltou para a delegacia.

Com auxílio de colegas, o delegado retirou a filha do veículo, um Golf, e a levou para receber atendimento médico. Porém, ao chegar ao hospital Vida e Saúde, Alice, que completaria um ano no próximo dia 27, já estava sem vida. Foi tentada sua reanimação, mas ela não respondeu.

Conforme membros da equipe que atendeu Alice, o mais provável é que a menina tenha morrido de desidratação, devido a alta temperatura a que foi exposta, o que ocasionou uma série de colapsos no organismo, levando a uma parada cardiorrespiratória.

O bebê foi velado nesta madrugada no salão paroquial da igreja matriz, em Santa Rosa, e será sepultado nesta manhã. De acordo com o delegado regional Márcio Steffens, um inquérito será instaurado para apurar a possível responsabilidade pela morte.

A reportagem tentou contato com familiares da menina, mas não obteve retorno.

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos