Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/ciencia/album/2016/10/04/veja-imagens-de-ciencia-do-mes-outubro2016.htm
  • totalImagens: 18
  • fotoInicial: 18
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20161004175333
    • Ciência [45097]; Ciência e Saúde [76752];
Fotos

O SENHOR DOS ANÉIS - Uma descoberta rara de um túmulo intacto repleto de artefatos da Era do Bronze pode mudar o que se conhece sobre a história da Grécia. O local onde foi enterrado um guerreiro da época áurea da civilização creto-micênica, que antecede a civilização grega, continha joias preciosas, armas, espelhos (foto) e outras riquezas com características que remetem aos minóicos, civilização de cultura ainda mais antiga. Até então, pensava-se que riquezas dos minóicos tinham sido roubadas no momento em que foram conquistados pelos micênicos na ilha de Creta. O achado, contudo, indica uma troca cultural e uma convivência mais ampla entre as duas culturas, lançando novo olhar sobre a civilização micênica, base da civilização grega Universidade de Cincinnati Mais

NOSSOS ANCESTRAIS? - Duas novas espécies de cinodontes brasileiros podem ajudar a traçar a evolução dos mamíferos, segundo estudo de Agustín Martinelle, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, publicado na revista Plos. Todos os mamíferos modernos, incluindo humanos, evoluíram a partir de um ancestral comum com os cinodontes, répteis que viveram há 260 milhões de anos. As novas espécies, Bonacynodon schultzi (f) e Santacruzgnathus abdalai, ajudarão os pesquisadores a elucidar como os cinodontes evoluíram e deram origem aos mamíferos Jorge Blanco Mais

QUANDO UMA NUVEM VIRA ESTRELA - A Nasa divulgou a imagem do exato momento em que porções de seis nuvens interestelares (grupo de estrelas próximas em uma galáxia em uma nuvem de gás, plasma e poeira) a 20 mil anos-luz da Terra entram em colapso rumo à formação de estrelas muito maiores do que nosso Sol. Astrônomos estão animados com o registro porque há poucos do tipo feitos até então. As observações, realizadas através do observatório aéreo SOFIA, permitem a cientistas confirmarem modelos teóricos de como nuvens interestelares entram em colapso para virar estrelas, assim como o ritmo deste fenômeno NASA/JPL-Caltech/2MASS Mais

FALSA GALÁXIA - Os braços espirais saindo de um centro brilhante fazem essa galáxia parecer um pouco com a Via Láctea. Mas a PK 329-02.2 é algo bastante diferente: trata-se de uma "nebulosa planetária" localizada no interior de nossa galáxia. Foi assim chamada por ter parecido aos que primeiro a observaram, no século 17, um gigante planeta gasoso. Ela é, na verdade, os últimos suspiros de uma estrela binária (composta por duas estrelas), que libera suas camadas mais externas de gás. Quando a nuvem de material estelar se afasta da estrela central, adquire a forma espiralada. Em milhões de anos, os braços espirais vão se espalhar e possivelmente desaparecer ESA/Nasa/Hubble Mais

A NOITE DE SATURNO - Esta foto tirada pela missão Cassini e divulgada pela Nasa mostra belos pequenos detalhes do lado noturno de Saturno. O globo escurecido do planeta pode ser visto no canto inferior direito e sua sombra se espalha pelos anéis de Saturno. A imagem mostra que até durante o lado noturno os anéis seguem iluminados pelo Sol, com exceção da sombra feita pelo planeta. Acima à esquerda ainda é possível observar a pequena lua Prometheus NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute Mais

NA PONTA DOS PÉS - Muitos elefantes que vivem em cativeiro desenvolvem um problema nas patas e passam a caminhar de forma incomum. Com o tempo, a forma de caminhar pode desencadear doenças que levam o animal à morte. Segundo uma pesquisa desenvolvida por Olga Panagiotopoulou, da Universidade de Queensland, na Austrália, os animais colocam a maior pressão sobre os dedos de fora de suas patas dianteiras e menos pressão sobre os calcanhares. Zoológicos e áreas de preservação têm superfícies mais duras do que as florestas, o que leva os animais a andar na ponta dos dedos e desenvolverem câimbras. Os pesquisadores vão utilizar os resultados para tratar as patas dos elefantes Regina Safri/AFP Mais

O REMOTO "CORAÇÃO" DA VIA LÁCTEA - Com o auxílio do telescópio VISTA, da ESO (agência espacial europeia), cientistas encontraram pela primeira vez estrelas de tempos remotos bem no centro da Via Láctea. As antigas estrelas descobertas no aglomerado estelar são do tipo RR Lyrae, que tipicamente são de populações de estrelas remotas com mais de 10 bilhões de anos. A descoberta indica que o centro da Via Láctea cresceu por meio da junção de aglomerados estelares dos primórdios do Universo. Estas estrelas podem ter restos dos mais massivos e velhos aglomerados estelares que sobrevivem até hoje ESO Mais

COLINAS MARCIANAS - Esse amontoado de blocos, em Marte, marca as fronteiras entre as terras altas do sul e as planícies do norte, uma das características mais antigas e mais proeminentes do planeta vermelho. Alguns montes têm camadas que os cientistas associam as geleiras enterradas, encobertas pela poeira, detritos e erosões, outros mostram os vestígios em pequenas depressões A imagem foi registrada pela sonda espacial europeia "Mars Express" que orbita o planeta desde 2003 ESA Mais

FOGUETE PRONTO PARA MISSÃO - Imagem divulgada pela Nasa (Agência espacial Norte-Americana), mostra o foguete Orbital ATK Antares, com a nave espacial Cygnus a bordo, na Virgínia, nos Estados Unidos. O foguete será lançado na noite deste domingo (16) para uma missão de reabastecimento da ISS (Estação Espacial Internacional) Bill Ingalls/ Nasa Mais

QUASE EM MARTE - A ESA (Agência Espacial Europeia) divulgou uma arte que representa a principal fase do projeto de exploração de Marte. O módulo Schiaparelli da missão Exomars irá se separar da sonda russo-europeia TGO (Trace Gas Orbiter) neste domingo (16) e partir em direção ao planeta vermelho, onde deverá fazer a aterrissagem na quarta-feira (19). Depois de uma viagem de sete meses e 496 milhões de quilômetros, o módulo de 600 kg se despede da nave mãe para buscar indícios de vida marciana D. Ducros/ ESA/ AP Mais

CONTAGEM REGRESSIVA - A nave espacial Soyuz MS-02 foi colocada em posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão. O foguete será lançado no dia 19 de outubro com três astronautas a bordo, dois russos Andrei Borisenko e Rízhikov Sergey, e um americano, Robert Shane Kimbrough Joel Kowsky/ Nasa/ AP Mais

16.out.2016 - China lança o foguete Longa Marcha 2F com a espaçonave Shenzhou-11 com dois astronautas a partir da remota província de Gansu. Os astronautas irão desembarcar no laboratório espacial Tiangong 2, onde ficarão cerca de um mês Li Gang/Xinhua via AP Mais

FOGUETE PARA ABASTECER A ISS - A Nasa lançou o foguete Orbital ATK Antares, que levará suprimentos para a ISS (Estação Espacial Internacional) com a nave Cygnus. O veículo estregará equipamentos para ciência e pesquisa, além de suplementos para a tripulação e para o laboratório orbital Bill Ingalls/NASA via AP Mais

CEMITÉRIO DE NAVIOS PRESERVADOS NO MAR NEGRO - A primeira expedição que mapeou antigas paisagens no mar Negro tem feito grandes descobertas. O time internacional de arqueólogos encontrou no fundo das águas da região um "cemitério" de navios de tempos remotos e muito bem preservados (este da foto acredita-se que seja de cerca de mil anos atrás). No total, a pesquisa encontrou até o momento 41 navios afundados. O mar Negro foi uma importante rota comercial para gregos, otomanos e romanos e os pesquisadores esperavam encontrar naufrágios, mas não com navios tão preservados. A preservação é graças à composição das águas da região Rodrigo Pacheco-Ruiz Mais

CORAÇÃO DE CARINA - Um grupo internacional de astrônomos, com a participação de brasileiros, obteve imagens com a maior resolução já alcançada da Eta Carinae, um sistema estelar binário, com duas estrelas massivas orbitando uma em torno da outra, situado a quase 8 mil anos-luz da Terra, na nebulosa de Carina. Os cientistas conseguiram observar estruturas novas e inesperadas na estrela binária, incluindo uma região entre as duas estrelas onde ventos estelares colidem a velocidades extremamente elevadas ESO Mais

O FUTURO DOS ELETRÔNICOS? - Pela primeira vez um experimento conseguiu registrar imagens das órbitas de elétrons em um campo altamente magnético. O estudo foi feito por pesquisadores das universidades de Princeton e de Austin, nos Estados Unidos. Cientistas viram que elétrons a temperaturas muito baixas, onde seus comportamentos quânticos emergem, podem começar espontaneamente a viajar em trilhos elípticos idênticos em um cristal de bismuto, formando um estado fluido quântico. Estudos posteriores, com base nesta descoberta, podem gerar tecnologias mais eficientes e rápidas. Os equipamentos eletrônicos atualmente utilizam silício, mas o metal está atingindo sua capacidade máxima de processar informação e cientistas buscam novos materiais e mecanismos Ali Yazdani, Department of Physics, Princeton University Mais

COMO SISTEMAS COM VÁRIAS ESTRELAS SE FORMAM? - Estudo publicado na revista Nature mostra que sistemas solares com várias estrelas podem surgir por condições gravitacionais instáveis. Os cientistas estudaram um jovem sistema três protoestrelas e viram uma espiral em torno do disco, o que indica que condições gravitacionais instáveis geram fragmentações e são a origem das estrelas "extras". A descoberta permite aos astrônomos entenderem melhor a evolução dos sistemas com múltiplas estrelas ? quase metade dos sistemas solares têm pelo uma estrela companheira B. Saxton: NRAO/AUI/NSF; ALMA (ESO/NAOJ/NRAO) Mais

DE VOLTA À TERRA - O módulo de descida da nave russa Soyuz MS-01, com três tripulantes a bordo, aterrissou neste domingo com sucesso nas estepes do Cazaquistão, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais (CCVE) da Rússia. Na cápsula retornaram à Terra os cosmonautas russo Anatoli Ivanishin (foto), o japonês Takutya Onishi e a americana Kathleen Rubins, que ficaram em uma missão de quase quatro meses na Estação Espacial Internacional Dmitri Lovetsky/Reuters Mais

Veja imagens de ciência do mês (outubro/2016)

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE UOL CIÊNCIA

UOL Cursos Online

Todos os cursos