PUBLICIDADE
Topo

Vamos fugir? Veja os exoplanetas habitáveis que intrigam astrônomos

Do UOL, em São Paulo

25/08/2016 09h22

 

As buscas por vida fora da Terra e por locais onde nossa civilização possa morar em uma utópica e distante fuga são antigas, por isso a descoberta de um planeta aqui "pertinho" potencialmente habitável e bem parecido com a Terra deixou astrônomos animados. 

Batizado de "Proxima b", o corpo celeste é o mais próximo do nosso Sistema Solar a poder ter vida.

É uma descoberta e tanto, mas existem muitos outros exoplanetas que intrigam a ciência --nada menos que 3.500 deles já foram confirmados orbitando estrelas fora do nosso sistema.

Relembre abaixo alguns de nossos vizinhos, distantes ou não, que podem vir a nos servir de morada.

  • ESO

    Proxima b

    A descoberta mais promissora dos últimos anos. Localizado na estrela mais próxima do nosso Sol, a Proxima Centauri, este corpo celeste está a apenas 4,2 anos-luz da Terra, tem cerca de 30% mais massa do que a Terra e completa uma volta em torno de sua estrela a cada 11,2 dias terrestres. Pela zona onde se encontra em seu sistema, cientistas acreditam que possa haver água líquida e, quem sabe, vida. Será?

  • ESOM. Kornmesser

    Trio de Trappist-1

    A descoberta foi anunciada recentemente, na "Nature": a estrela-anã fria Trappist-1, que fica a "apenas" 40 anos-luz da Terra, tem em seu sistema três planetas considerados habitáveis, por terem tamanho e temperatura semelhantes aos de Vênus e da Terra. A volta que eles dão em torno da estrela é rápida --1,5 dia terrestre, 2,4 dias terrestres e 4 a 73 dias terrestres, respectivamente. Era a nossa maior chance de vida extraterrestre até descobrirem o Proxima b. Leia mais

  • NASA/W. Stenzel

    Os Kepleres

    Dos 2.740 exoplanetas apelidados de Kepler, por terem sido achados pelo telescópio da Nasa de mesmo nome, cerca de 30 são considerados habitáveis. O Kepler-186f, por exemplo, tem diâmetro semelhante ao da Terra, fica em zona habitável e um ano lá dura 130 dias terrestres. Pena que está a 500 anos-luz de nós. Já o Kepler-22b, descoberto em 2011, é mais parecido com o nosso planeta, com temperatura média de 22ºC, embora seja 2,4 vezes maior e tenha um ano de 290 dias terrestres. Também fica longe, a 600 anos-luz. Em 2013, o telescópio achou mais três exoplanetas habitáveis e com chance de vida, mas eles estão ainda mais distantes. Leia mais

  • AFP/HO/LMD/CNRS

    Os Glieses

    Os Glieses também são planetas que compartilham o nome e diferem por números. Segundo climatologistas, o que tem mais chance de ser habitável é o Gliese 581d. O exoplaneta está a uma distância até que curta da Terra: apenas 20 anos-luz. Ele é sete vezes mais maciço que a Terra e aparentemente rochoso. Outro potencialmente habitável é o Gliese 667 Cc, a pouco menos de 24 anos-luz da Terra. Ele tem cerca de quatro vezes o tamanho do nosso planeta. Leia mais

  • UNSW/Xinhua

    Wolf 1061c

    Este daqui tem um tamanho respeitável: seu raio é cerca de quatro vezes maior do que o da Terra, o que o torna semelhante a Urano, que também já foi habitável em um período. O Wolf 1061c está na zona habitável da estrela de seu sistema e tem dois vizinhos rochosos. Existe ainda um outro planeta em seu sistema que está bem na borda da zona habitável e poderia suportar vida. Estes exoplanetas estão a apenas 14 anos-luz da Terra. Leia mais