'Peguei o golpista que me levou R$ 1.600 - após contar para a mãe dele no Facebook'

Um especialista em segurança online teve US$ 500 (cerca de R$ 1.600) roubados e conseguiu obter o dinheiro de volta após contar para a mãe dele via Facebook.

Rastreando o nome de usuário que o autor do golpe usava na internet, Christian Haschek conseguiu identificar o ladrão e a família dele nas redes sociais.

Uma mensagem para o irmão dele fez o falsário entrar em contato com Haschek, de rabo entre as pernas, implorando que este apagasse a mensagem enviada para a mãe dele.

O relato do caso no blog do especialista (https://blog.haschek.at/post/f3281) foi visto mais de 100 mil vezes em cinco dias.

  • 'Como enganei o próprio ladrão para recuperar meu laptop roubado'
  • 'Como enganei os hackers que aplicaram golpe nos meus pais'

Quebra de confiança

Haschek estava tentando vender na internet vouchers da Apple para compras nos Estados Unidos - que ele, por morar na Áustria, não podia usar.

O falso comprador apareceu tentando fazer a compra com bitcoins, a moeda virtual usada na internet (um bitcoin equivale a cerca de R$ 2.000).

O comprador disse que pagaria assim que recebesse os códigos do voucher e se certificasse de que eram genuínos.

Porém, ao ser informado dos códigos, o golpista usou os vouchers imediatamente. "Comecei a suar, porque eu tinha confiado nele - tinha dado a ele o benefício da dúvida", escreveu Haschek.

"Me dei conta de que se tratava de um falsário quando ele começou a deletar as suas contas de internet."

Ao longo dos quatro dias seguintes, o especialista em segurança, inconformado, se dedicou a rastrear o espertalhão na internet, com o objetivo de descobrir mais detalhes para entregá-lo à polícia.

Mamãe vai ficar sabendo

Fazendo buscas na rede, Haschek descobriu que o mentiroso havia usado o mesmo nome de usuário em outros sites - incluindo sites de emprego.

De posse dessas informações, ele foi atrás de mais detalhes sobre o criminoso - incluindo a sua conta no Facebook e as contas da sua família.

A primeira estratégia de Haschek foi tentar dialogar com o fraudador pela internet. Quando isso não funcionou, ele ameaçou denunciá-lo à polícia. Porém, quando o larápio cortou totalmente as comunicações, Haschek decidiu que era hora de apelar para a família do falsário.

"Gostaria de falar com você sobre o seu irmão", escreveu o especialista para o irmão do fraudador, via Facebook.

  • A combatente curda morta em combate cuja luta contra o Estado Islâmico foi minimizada por conta de sua beleza
  • 'Fui refém no assalto a banco que deu origem ao termo Síndrome de Estocolmo'

Uma mensagem semelhante foi enviada para a mãe do espertalhão. Na mensagem, Haschek contava o caso e dizia que vinha tentando, sem sucesso, falar com o criminoso pela internet.

"Quando descobri que ele tem apenas 22 anos, hesitei em contatar a polícia, porque eu também fiz coisas estúpidas nessa idade e não quero arruinar o futuro dele por causa disso", argumentou.

Dez minutos depois que a mensagem foi vista pelo irmão, segundo contou Haschek no seu blog, o falsário entrou em contato.

"Quero pedir desculpas pelo que fiz. Sou jovem, estúpido e estou sempre fazendo a coisa errada. Sou estudante e não tenho emprego", disse.

"Por favor, me deixe em paz depois desse episódio. Nunca mais vou fazer outra coisa assim, tenho ataques de pânico só de pensar. Imploro que me desculpe."

"Você contatou meu irmão e ele ficou muito assustado. Por favor, delete ou faça algo antes que minha mãe veja a mensagem que você escreveu para ela."

  • O diário de Lisa, a jovem diabética que morreu após estratégia drástica para perder peso

'Caminho errado'

Haschek disse que aceitou o dinheiro de volta em vale-presentes e decidiu não denunciar o caso às autoridades. À BBC, ele contou ainda que saiu do episódio com "sentimentos contraditórios".

Por um lado, disse, sentiu pena do jovem e desastrado fraudador.

Por outro lado, acredita, a lição vem a calhar porque a mesma pessoa vinha tentando aplicar golpes em outros usuários de internet.

"Ele era apenas um garoto que entrou num caminho errado", disse Haschek.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos