O dinossauro 'mascarado' que se escondia de predadores com camuflagem

Paul Rincon

  • Robert Nicholls

    Sinosauropteryx Image caption Apesar de ser carnívoro, Sinosauropteryx vivia sob constante ameaça

    Sinosauropteryx Image caption Apesar de ser carnívoro, Sinosauropteryx vivia sob constante ameaça

Paleontólogos descobriram um dinossauro que tinha uma espécie de "máscara de bandido" formada pelo padrão de penas em sua face.

A criatura, batizada de Sinosauropteryx, viveu no nordeste da China entre 120 e 133 milhões de anos atrás.

Cientistas chegaram a essa conclusão ao estudar três fósseis do dinossauro. Eles conseguiram estabelecer suas cores e constataram que o animal bípede tinha cauda listrada e usava um tipo de camuflagem conhecido como contra-sombra - sendo mais escuro na parte superior do corpo e mais claro na inferior.

Diversos animais que conhecemos hoje têm a chamada "máscara de bandido", de mamíferos como texugos e guaxinins a pássaros como o picanço.

"Mas essa é a primeira vez que vemos isso em um dinossauro e, pelo que sei, qualquer animal extinto que tenha faixas de cores", explica Fiann Smithwick, da Universidade de Bristol, no Reino Unido, um dos autores do estudo.

Vingador mascarado?

Há uma série de teorias sobre as razões de animais exibirem esse padrão. E elas podem variar entre espécies.

"Em texugos e guaxinins, é uma espécie de aviso para predadores de que são agressivos e vão reagir", diz Smithwick.

BBC
Pigmentação das penas ficou preservada pela fossilização
"Mas no caso do Sinosauropteryx, não há qualquer evidência anatômica de que ele podia se defender bem. Era um dinossauro pequeno e bem leve".

"Um animal que 'blefasse' seria logo logo descoberto", acrescenta o paleontólogo.

Smithwick e sua equipe defendem a hipótese de que o Sinosauropteryx tinha mais semelhanças com os pássaros modernos, algo que faz ainda mais sentido por conta do relacionamento evolucionário entre os dois grupos.

Nos pássaros, a "máscara" pode servir para reduzir os efeitos do reflexo do sol nas penas ao redor dos olhos. Essa característica é particularmente importante em ambientes com muita luz do sol.

"É como os atletas que colocam tinta embaixo dos olhos. É algo que aumenta sua percepção visual", explica o paleontólogo.

Mas as penas também podem camuflar os olhos, dificultando sua identificação por predadores.

Inspeção fotográfica 
Fiann Smithwick
Cauda do dinossauro era uma das mais longas já vistas em um dinossauro terrestre

O Sinosauropteryx era caracterizado pela cauda longa e braços curtos. A mais comprida espécie já encontrada mede cerca de 1m. Para os cientistas, a cauda ajudava o dinossauro a ter mais agilidade e estabilidade nas manobras para escapar de predadores.

"Sete anos atrás, uma equipe encontrou pigmentos preservados em um dos fósseis - na forma de melanina. Era um tipo particular de melanina conhecido por dar as cores "marrom-enferrujada" e "ruiva" a animais de hoje em dia", explica Smithwick.

Como o processo de fossilização preservou apenas penas pigmentadas, os cientistas presumem que as partes do dinossauro não encontradas eram brancas em vida.

Outro autor do estudo, Jakob Vinther, também da Universidade de Bristol, viajou para a China para tirar fotos de alta resolução de uma das espécies, usando filtros e luzes especiais em algumas das imagens.

Os filtros reduzem o brilho causado pela luz artificial no fóssil, permitindo, assim, que os cientistas examinassem em detalhes as áreas pigmentadas.

"Isso nos ajudou ao mapear a distribuição de sua plumagem", diz Smithwick.

Diferenças de distribuição de penas ou pelos são uma forma comum de camuflagem presente em animais modernos.

Elas balanceiam luzes e sombras, o que faz a criatura se mesclar com o fundo.

A maneira como o Sinosauropteryx tinha sua distribuição de cores indica que o dinossauro vivia em habitats abertos em vez de uma densa floresta.

Para os cientistas, o motivo para o Sinosauropteryx ter listras em sua cauda se devia ao fato de que ele não poderia mantê-la em uma posição horizontal perfeita por longos períodos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos