PUBLICIDADE
Topo

O raio-x de votos da "Tattolândia" em SP, veja os mapas

Jilmar Tatto, secretário municipal de transportes de São Paulo - Elisa Rodrigues/Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo
Jilmar Tatto, secretário municipal de transportes de São Paulo Imagem: Elisa Rodrigues/Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo
Marcos Silveira

Marcos Silveira é Diretor Executivo da Datapedia (www.datapedia.info), negócio social que transforma dados em inteligência para política e Governo. Formado em Gestão Pública pela FGV-EAESP e especialista em Gestão Pública e Liderança pelo Master CLP, trabalhou com consultoria para prefeituras, governos estaduais, empresas e ONGs. Foi finalista do prêmio Veja-se Inspire em 2017 e faz parte da rede de Talentos da Educação da Fundação Lemann. Empreendedor cívico da Rede de Atuação pela Sustentabilidade – RAPS e membro do Movimento AGORA! Sobre a coluna Um espaço para transformar dados em inteligência para política e para gestão pública. Fazer a ponte de dados para informação e informação para conhecimento. De maneira simples, didática e visual.

Colunista do UOL

03/06/2020 09h42

No último dia 16 de março de 2020, Jilmar Tatto (PT) venceu as prévias do Partido dos Trabalhadores e foi indicado como candidato oficial à Prefeitura de São Paulo em 2020.

Sua nomeação representa uma vitória coletiva da família Tatto. Além de Jilmar, há mais 4 políticos do clã Tatto que ocupam cadeiras representativas:

- Jair Tatto (PT) - vereador eleito em 2016;

- Arselino Tatto (PT) - vereador eleito em 2016;

- Ênio Tatto (PT) - deputado estadual eleito em 2018; e

- Nilto Tatto (PT) - deputado federal eleito em 2018.

Todos possuem uma mesma região de influência. Votos concentrados na região sul da capital e certa influência espalhada no centro, extremo norte e leste da cidade.

No caso dos vereadores eleitos em 2016, chega ser impressionante a distribuição perfeita de votos que dividiu as áreas de influência da família entre Jair e Arselino. Em 2018, as regiões de influência se uniram, o que pode ser observado nas votações de deputados estaduais e federais da família Tatto.

Eleição de 2016 - Divisão territorial dos Vereadores Jair e Arselino Tatto

A região de influência dos vereadores Jair Tatto e Arselino Tatto, impressiona pelo pragmatismo em que a divisão de votos territoriais ocorreu.

Aqui está o mapa de calor dos 30.989 votos que Jair Tatto obteve em 2016:

Fonte: TSE e trabalho de dados da Plataforma Eleições - Datapedia

Abaixo está o mapa calor dos 26.569 votos de Arselino Tatto em 2016.

Fonte: TSE e trabalho de dados da Plataforma Eleições - Datapedia

Ao comparar os dois mapas, observa-se que na divisão territorial de votos para Jair Tatto foram destinados os votos da região Sudoeste e Sudeste, até o limite das represas Guarapiranga e Billings. Além disso, há regiões de influência no extremo norte e no extremo leste da cidade.

Para Arselino Tatto a região Sul ficou delimitada com os bairros que compõem o interior das represas.

Eleição de 2018 - União de votos de Jair e Arselino Tatto em 2016 para eleger Ênio e Nilto

Na eleição seguinte, a família Tatto elegeu mais 2 integrantes.

Ênio Tatto como Deputado Estadual.

Nilto Tatto como Deputado Federal.

Abaixo temos o mapa comparativo de votações entre os 2 irmãos. Nilto aparece com a cor vermelha escura e seus 78.294 votos na cidade de São Paulo e Ênio com a cor lilás e 53.259 votos.

Fonte: TSE e trabalho de dados da Plataforma Eleições - Datapedia

Na comparação, Nilto e Ênio possuem a mesma base concentração de votos na zona sul de São Paulo, porém Nilto consegue uma parcela maior de votos no extremo leste de São Paulo.

Além da comparação de 2018, o maior destaque de análise fica com a comparação de votos de Ênio Tatto de em 2018 e a soma de votos em 2016 dos irmãos Tatto como vereadores.

Há uma correspondência enorme com os 53.259 votos de Ênio, deputado estadual em 2018, e os 57.585 votos resultantes da soma de Jair e Areslino em 2016.

Vejamos o mapa de calor, o mapa comparativo e a tabela comparativa:

Fonte: TSE e trabalho de dados da Plataforma Eleições - Datapedia

Fonte: TSE e trabalho de dados da Plataforma Eleições - Datapedia

Vermelho Escuro - Jair Tatto com 30.989 votos

Vermelho Claro - Arselino Tatto com 26.596 votos

Soma 2016: 57.585

Lilás - Deputado Estadual 2018: 53.259 votos

Diferença entre 2016 e 2018: -4.326 votos

A incógnita para 2020

Jilmar Tatto é a escolha do PT para a principal cidade do pleito municipal em 2020.

Entre um progressita visonário, como Suplicy e sua renda mínima e cidadania defendida nos tempos de pandemia, e um médico preparado para dar alguma resposta para a crise do COVID-19, como Alexandre Padilha, Tatto foi o vencedor das prévias.

A maior dúvida é.

A concentração de votos da família Tatto conseguirá transpassar a bolha de seus redutos eleitorais?

Em uma eleição majoritária, será difícil.

Basta lembrar que Jilmar foi candidato como Senador em 2018 e obteve a 5º colocação de votos na cidade, com 771.680 votos.

Suplicy ficou em 3º, com 1.663.532.

Marcos Silveira