PUBLICIDADE
Topo

Iluminações em tempos sombrios: curso "Economia para Pensar o Brasil"

Reprodução
Imagem: Reprodução
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa “O É da Coisa”, na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

13/07/2020 09h08

No dia 11 de maio, noticiei aqui a existência do "Curso de Introdução à Política", um conjunto de 33 aulas ministradas a distância por 29 nomes ligados ao debate público nacional: há professores universitários propriamente, economistas, advogados, políticos e cientistas sociais. Como informei à época, faço parte daquele grupo. As aulas continuam disponíveis para os interessados. Para saber sobre esse curso propriamente, clique aqui. Felizmente, a resposta do público superou as expectativas. E mais coisa vem por aí.

Agora, o IREE (Instituto para Reforma das Relações entre Estado e Empresa), sob a supervisão científica do advogado Walfrido Warde e do professor Rafael Valim, lança um curso de introdução à economia intitulado "Economia para Pensar o Brasil". Trata-se de um novo conjunto de 33 aulas à distância, que reúne 27 especialistas do Brasil e do exterior, para abordar fundamentos da economia sem os quais fica difícil entender o mundo, especialmente em tempos de pandemia, e o Brasil em particular.

O curso está dividido em sete módulos. Um oitavo reúne aulas-bônus especiais, a saber:
- Módulo 1: Economia de portas abertas: produto, renda, balanço de pagamento e produto interno bruto
- Módulo 2: Nada é por acaso! O que já se pensou? Teorias econômicas: dos fisiocratas aos keynesianos
- Módulo 3: Economias de contato: comércio internacional e política cambial
- Módulo 4: Política Monetária
- Módulo 5: Política Fiscal
- Módulo 6: Mercado de trabalho
- Módulo 7: Desenvolvimento econômico
- Aulas-bônus
A coordenação científica do novo curso está a cargo das professoras Juliane Furno e Iriana Cadó.

CURSO POR QUÊ?
A Covid-19, que já matou mais de 70 mil brasileiros, revelou um Brasil que, na verdade, já vivia sob o signo de uma anormalidade até então consentida e que não integrava o conjunto de preocupações de boa parte dos homens públicos do país: a brutal desigualdade, que impõe, por óbvio, nestes tempos, penas distintas aos brasileiros a depender da renda, da cor da pele e do lugar que ocupam na indecente pirâmide social do segundo país mais desigual da Terra.

É preciso pensar para instruir a ação. É preciso agir para dar consequência prática ao pensamento. E, para tanto, precisamos todos estudar. Estes tempos sombrios também abrem uma janela para a formação intelectual: a tecnologia permite que você tenha acesso ao que se tem pensado por aí de sério, de relevante, de transformador.

Se você clicar aqui, saberá mais sobre o curso "Economia para Pensar o Brasil". As aulas estarão disponíveis a partir do dia 1º de agosto.

OS PROFESSORES
Ainda voltarei ao tema em outros posts. A economia parece, com frequência, uma espécie de saber impenetrável, a que só alguns especialistas podem ter acesso. Vamos ver: pode não ser a coisa mais fácil do mundo, mas os especialistas estão aí justamente para abrir os caminhos. É chegada a hora de saber mais. Visite o site do curso e conheça detalhes. Segue a lista dos professores que se encarregarão de "Economia para Pensar o Brasil".

- Paulo Gala
- Leda Paulani
- James Galbraith
- Jayati Ghosh
- Luiz Gonzaga Belluzzo
- Nelson Marconi
- Esther Dweck
- Ladislau Dowbor
- Alfredo Saad
- Ana Georgina
- André Cardoso
- André Roncaglia
- Antônio Correa de Lacerda
- Ben Fine
- Carolina Alves
- Daniel Conceição
- Eduardo Fagnani
- Fábio Terra
- Guilherme Mello
- Leidiano Farias
- Marcio Pochmann
- Marilane Teixeira
- Matias Vernengo
- Pedro Rossi
- Rosa Maria Marques
- Simone Deos
- Taciana Santos

Para fazer o curso, clique aqui.

Reinaldo Azevedo