PUBLICIDADE
Topo

Moro-PF: Recurso de Bolsonaro fica com Marco Aurélio e deve ir a plenário

Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário - e frequentemente é necessário -, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

17/09/2020 15h10

O recurso do presidente Jair Bolsonaro contra a decisão que determinou seu depoimento presencial no inquérito que investiga a suposta tentativa de interferência na autonomia da Polícia Federal deve ser analisado pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal.

Isso porque o relator do caso, ministro Celso de Mello, está de licença médica até o próximo dia 26.

Ao blog da Andréia Sadi, Marco Aurélio disse que vai levar o caso para análise do plenário do STF. O depoimento de Bolsonaro está inicialmente marcado para os dia 21, 22 ou 23. (...)

Leia íntegra no G1.