PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Aras pede que Conselho de Ética da USP investigue professor de direito

17/05/2021 15h00

O procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou ao reitor da Universidade de São Paulo, Vahan Agopyan, uma representação pedindo a apuração de suposta 'violação ética' do professor da Faculdade de Direito da instituição Conrado Hubner Mendes. O PGR atribuí ao professor supostos crimes honra em razão de críticas à atuação de Aras à frente do Ministério Público Federal e pede que sejam 'adotadas as providências que o caso requer'.

A representação questiona publicações feitas por Conrado no Twitter e ainda um artigo publicado no jornal Folha de S.Paulo alegando que o professor utiliza 'termos que exorbitam da crítica ácida para flertar com o escárnio e a calúnia'. A íntegra do documento foi publicada pelo site Consultor Jurídico. (...) Leia integra no Estadão.