Navio que estava retido em Búzios após surto de infecção chega a Santos e passageiros desembarcam

Do UOL Notícias
Em São Paulo

  • José Luiz Borges/Futura Press

    Passageiros ajudam idosa a desembarcar do navio "Vision of The Seas", da Royal Caribbean International, que chegou hoje ao Porto de Santos (SP) depois de ficar de quarentena em Búzios (RJ). Mais de 300 pessoas a bordo apresentaram quadro de gastroenterite

    Passageiros ajudam idosa a desembarcar do navio "Vision of The Seas", da Royal Caribbean International, que chegou hoje ao Porto de Santos (SP) depois de ficar de quarentena em Búzios (RJ). Mais de 300 pessoas a bordo apresentaram quadro de gastroenterite

O navio que ficou retido desde quarta-feira (3) na costa de Búzios (RJ) por causa de um surto de infecção gastrointestinal atracou na manhã desta sexta-feira (5) em Santos, litoral paulista. O desembarque dos 1.987 passageiros e 765 tripulantes foi liberado por volta de 11h.

Segundo a Royal Caribbean International, empresa responsável pela embarcação "Vision of The Seas", o navio vai passar por uma higienização completa, que deve durar de duas a três horas, e depois iniciará o processo de embarque para a próxima saída.

Agentes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estiveram na embarcação ontem para coletar amostras de água e comida, que podem apontar as causa da contaminação de 310 pessoas a bordo. Os pacientes também foram examinados. Hoje, os técnicos acompanham a limpeza e a inspeção do navio. O resultado da análise das amostras coletadas deve demorar alguns dias para sair.

A Anvisa liberou o navio depois de constatar que os doentes apresentaram melhora e os casos de gastrenterite (infecção causada por vírus que ataca o estômago e o intestino provocando vômito e diarreia) diminuíram.

O navio partiu de Santos, passou por Ilhabela e ficou retido em Búzios antes de retornar a Santos. Ele estava de quarentena desde quarta-feira, quando foram registrados os primeiros casos da contaminação. Uma equipe da Anvisa, junto com técnicos do Estado do Rio de Janeiro e do município de Búzios, acompanhou o navio no trajeto final.

Fiscalização
A fiscalização sanitária de navios é de responsabilidade da Anvisa. O órgão só libera o trânsito e entrada em portos nacionais de embarcações que se encontrem em condições higiênico-sanitárias satisfatórias.

Como forma de controle, são exigidas informações referentes à água potável, efluentes sanitários e resíduos sólidos. Para entrar no país, é preciso declaração marítima de saúde, lista de viajantes com o respectivo local e data de embarque e formulário para informações sobre as condições da água usada como lastro.

As embarcações precisam ainda dispor de certificados, como de controle sanitário de bordo, de desratização e de vacinação contra febre amarela.

A inspeção sanitária, segundo a Anvisa, acontece "a qualquer hora do dia ou da noite e em qualquer dia da semana, inclusive domingos e feriados, seguindo, sempre que possível, à ordem cronológica de chegada da embarcação ao porto".

Se houver fatores de risco à saúde pública em embarcação já atracada, o órgão pode pedir a sua desatracação e o seu afastamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos