João Godinho/O Tempo/AE

Chuvas pelo Brasil

Chuvas causam deslizamentos e enchentes no Nordeste; feriado terá mais precipitações

Valéria Sinésio*
Especial para o UOL Notícias
Em João Pessoa

As chuvas que causam transtornos nos Estados da região Nordeste desde o início da semana devem marcar o feriado de Páscoa. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) vai chover em todos os Estados nordestinos até o próximo domingo. A previsão é de céu nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas na região.

A chuva desta quarta-feira (20) não foi tão intensa quanto a registrada nos dias anteriores, mas o alerta na região continua. Em João Pessoa (Paraíba), o tempo ficou nublado durante a manhã, mas voltou a chover no final da tarde. O prefeito da cidade, Luciano Agra, decretou estado de emergência em 12 comunidades em áreas de risco. Segundo o Inmet, a previsão aponta chuva forte no leste do Estado.

Na região metropolitana do Recife (Pernambuco), pelo menos 113 deslizamentos de barreiras já foram registrados em menos de 48 horas. A situação é de alerta também em Cabo de Santo Agostinho, onde houve 10 quedas de barreiras, e em Jaboatão dos Guararapes, com 61 até a manhã de hoje. Em Recife foram colocadas lonas em áreas de risco para minimizar os efeitos da chuva. Apesar das ocorrências, não houve feridos.

Chuvas alagam ruas e causam deslizamentos no Nordeste

Ontem, a avenida Agamenon Magalhães ficou completamente inundada e dificultou a chegada dos motoristas que iam para Boa Viagem ou Olinda. A avenida Abdias de Carvalho também foi tomada pela água, assim como a avenida Recife, as principais da cidade. Eram poucos os motoristas que arriscavam passar por esses locais –até os ônibus tiveram dificuldade de enfrentar o trânsito, que ficou caótico.

A intensidade das chuvas no Rio Grande do Norte causou problemas nos açudes no Estado: todos os principais reservatórios, segundo monitoramento do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS), já ultrapassaram metade da capacidade.

Chuvas com intensidade de moderada a forte devem atingir o norte do Estado do Maranhão até amanhã à noite, inclusive com trovoadas e rajadas de vento ocasionais.

Boletim aponta chuvas acima da média

Em boletim divulgado nesta quarta-feira, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e as secretarias e órgãos de meteorologia dos Estados do Nordeste informaram que as chuvas “deverão ficar acima da média durante o período de maio a julho de 2011”. A previsão foi feita durante reunião de análise climática, realizada em Maceió.

Segundo a previsão, 45% das chuvas nesse período deverão ficar acima da média e devem atingir principalmente o litoral dos nove Estados. “Ressalte-se que este padrão térmico próximo à costa favorece a ocorrência de episódios extremos de precipitação”, informa o boletim.

*Com informações de Carlos Madeiro, em Maceió

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos