Começa perícia em jet ski que atropelou e matou menina de três anos no litoral de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

Começou nesta segunda-feira (27) o trabalho de perícia no jet ski que atropelou e matou a menina Grazielly Almeida Lames, 3, no último dia 18, em uma praia de Bertioga (litoral norte de São Paulo). O objetivo da perícia, feita pela Polícia Técnico-Científica e da Capitania dos Portos, é identificar se houve falha mecânica ou humana.

Também devem ser observadas pela perícia as marcas da inscrição "Augusto", retirada do casco do equipamento. A dúvida é quando a inscrição foi apagada e se houve tentativa de ocultar a propriedade da embarcação.

O jet ski é de propriedade da Central de Energia e Tratamento de Reciclagem da Amazônia Ltda., empresa da qual é sócio José Augusto Cardoso, padrinho do adolescente V.A.C., 13, acusado de ter acionado o equipamento antes do acidente.

Cardoso, o “Zé Cardoso”, foi candidato derrotado a vice-prefeito de Suzano (SP) nas eleições de 2008. Nas eleições deste ano, disputará novamente, agora como candidato a prefeito da cidade, pelo PSDB.

O caso

Grazielly Almeida Lames, que visitava o mar pela primeira vez, brincava com a mãe na área rasa da praia quando o jet ski a atingiu na cabeça. Ela foi levada de helicóptero ao Hospital Municipal de Bertioga, com traumatismo craniano, mas chegou já morta. O adolescente suspeito de dirigir o jet ski fugiu do local sem prestar socorro.

Local do acidente

  • Arte UOL

    A praia de Guaratuba fica em Bertioga, no litoral norte de São Paulo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos