Topo

PM reforça policiamento na Rocinha para conter crescimento da criminalidade

Após quatro meses de ocupação, favela da Rocinha terá segurança reforçada - Rafael Andrade/Folhapress
Após quatro meses de ocupação, favela da Rocinha terá segurança reforçada Imagem: Rafael Andrade/Folhapress

Da Agência Brasil, no Rio de Janeiro

23/03/2012 15h35

Após quatro meses de ocupação pelas forças de segurança, a comunidade da Rocinha, na zona sul da capital fluminense, recebeu hoje (23) um reforço de 130 policiais militares para conter a atividade criminosa no local. A Polícia Militar do Rio de Janeiro admitiu que a favela ainda tem pontos desprotegidos e espera que o reforço possa ajudar a ocupar as áreas onde ainda haja presença de traficantes.

O coordenador de Comunicação Social da Polícia Militar, coronel Frederico Caldas, explicou que as localidades mais preocupantes foram mapeadas e irão receber mais atenção dos policiais. De acordo com Caldas, os novos agentes vão se concentrar em patrulhas e incursões a pé. Essa estratégia visa uma ocupação de maior amplitude, além de promover a interação com a população.

“São policiais recém-formados que atuarão no futuro em unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Então, é um estágio prático que eles estão fazendo, que será fundamental para promover a integração e esse conceito de polícia de proximidade”, disse.

Ainda segundo Caldas, somente uma parte dos novos agentes vai integrar a UPP da Rocinha, que ainda não tem data definida para implantação. Os batalhões de Choque e Florestal também receberam reforço. Já o Regimento de Polícia Montada está estudando as ruas e vielas da comunidade para analisar a possibilidade do patrulhamento com cavalos.

A Polícia Militar informou que, com os reforços, o número de militares na região passa de 300. Nesta semana dois confrontos assustaram os moradores da comunidade. Na madrugada de segunda-feira (19) uma troca de tiros entre supostos traficantes deixou três mortos e um ferido. No dia seguinte, PMs que faziam uma ronda foram atacados a tiros por um homem, mas ninguém ficou ferido.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cotidiano