Topo

Sem médicos, maior pronto-socorro infantil de Natal fecha as portas

Aliny Gama

Do UOL, em Maceió

27/07/2012 19h10

O pronto-socorro infantil do Hospital pediátrico José Pedro Bezerra, conhecido como Santa Catarina, em Natal (RN), fechou as portas na manhã desta quinta-feira (26) e deve permanecer assim até a próxima quarta (1º). O motivo do fechamento foi a falta de médicos pediatras para completar a escala de trabalho. Como todos os profissionais da unidade tiveram de antecipar plantões, os últimos dias do mês ficaram descobertos.

A escala será reiniciada no dia 1º, mas o problema poderá se repetir no final de agosto, se novos médicos não forem trabalhar na unidade, alerta a chefe de pediatria Lyenka Pinto: “Dos 18 pediatras que temos, quatro estão afastados: um que se lançou candidato, outro que está de licença-prêmio, outro em férias e o último de licença médica. Trabalhamos com uma sobrecarga de trabalho grande. Registramos 4.100 consultas oficiais por mês, o que na prática, devido aos retornos, transforma-se em 8 mil consultas por mês”.

Estimativa da chefia da pediatria indica a necessidade de sete novos pediatras para completar a escala de trabalho mensal.
Segundo Lyenka Pinto, o problema foi relatado por ofício à direção do hospital cumprindo o prazo sugerido pelo CRM (Conselho Regional de Medicina), que é de no mínimo 24 horas antes do término da escala.  A médica ressaltou ainda que a falta de pediatras é de conhecimento da Sesap (Secretaria de Estado da Saúde Pública) há mais de dois anos.

“Com o fechamento temporário, as crianças não têm alternativas de atendimento médico em outros hospitais pediátricos porque um é ‘porta-fechada’ [só recebe pacientes por encaminhamento] e a maior parte das Upas está em greve, sem condições de absorver, portanto, a demanda daqui”.

A Sesap informou o governo do Estado determinou nesta sexta a convocação de 14 pediatras que passaram no concurso público realizado em 2010 para reforçar o atendimento nos hospitais geridos pelo Estado.

De acordo com a nota da secretaria, os profissionais serão empossados imediatamente. “Eles serão lotados de acordo com a necessidade atual, distribuídos da seguinte forma: 7 para a Região Metropolitana de Natal, 4 para a Região Agreste, 1 para a Região Oeste e 2 para a Central”. Não foi especificado o número de novos pediatras que vão atuar no hospital Santa Catarina.

Cotidiano