PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Após apagão, passageiros continuam reclamando do calor em aeroportos do Rio

Passageiros enfrentam filas e calor no embarque na manhã desta quinta-feira, no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio - Pablo Jacob/Agência O Globo
Passageiros enfrentam filas e calor no embarque na manhã desta quinta-feira, no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio Imagem: Pablo Jacob/Agência O Globo

Do UOL, no Rio

27/12/2012 12h26Atualizada em 27/12/2012 14h13

Passageiros e lojistas dos dois principais aeroportos do Rio de Janeiro, o Galeão, na zona norte, e o Santos Dumont, na zona sul, continuam reclamando do forte calor nas dependências dos terminais de embarque e desembarque, nesta quinta-feira (27), menos de 14 horas depois que um apagão provocou transtornos no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão.

De acordo com a Infraero, o ar-condicionado está funcionando perfeitamente nos dois aeroportos --no Santos Dumont, a temperatura estimada é de 24º C na área de embarque. No entanto, segundo a lojista Márcia Rosário, o excesso de calor segue incomodando. "Hoje de manhã tinha gente passando mal", disse.

Desde a semana passada, vários passageiros reclamam sobre as condições de aclimatação no Santos Dumont. A assessoria do aeroporto confirmou que o ar-condicionado apresentou um problema técnico na quarta-feira (26), por volta de 11h, mas afirmou que o problema foi rapidamente resolvido. A versão foi contestada por usuários de redes sociais:

Que calor!

  • Reprodução

    Clima quente faz homem tirar a camisa dentro do Galeão

"Como se não bastasse Galeão no escuro, simpático Santos Dumont beirando 50 graus nas suas dependências, vão botar culpa no calor, quer apostar?", afirmou o internauta Eduardo Thadeu.

No Galeão, onde houve interrupção do fornecimento de energia elétrica na noite de ontem (a queda de luz se deu por volta de 21h, e o serviço só foi restabelecido cerca de duas horas depois, segundo a concessionária Light), o calor também provoca transtornos para muitos passageiros.

De acordo com relatos de internautas, um homem foi fotografado circulando sem camisa pelas dependências do aeroporto. A imagem foi publicada em uma rede social.

Atrasos

Dos cem voos previstos para o Galeão neste dia de forte calor no Rio, a Infraero registrou 19 atrasos --dos quais 13 em voos domésticos-- e 11 cancelamentos, segundo boletim da Infraero atualizado às 14h.

Já no Santos Dumont, houve apenas dois atrasos nos 92 voos previstos até o início desta tarde. Por outro lado, 11 foram cancelados, o que corresponde a 12% do total de partidas.

Na noite de quarta-feira (26), em função do apagão no Galeão, foram registrados 19 atrasos no principal aeroporto da cidade. De acordo com a Infraero, não houve cancelamento.

Calor no Rio

Depois de os termômetros no Rio de Janeiro registrarem temperaturas de até 43,2º C na quarta-feira - a maior já constatada pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) na capital fluminense -, a previsão é de mais calor hoje, com máxima de 38° C e mínima de 25° C. Segundo o instituto, não deve chover nesta quinta-feira.

Ontem moradores chegaram a reclamar da alta temperatura da água que saía das torneiras. Houve até quem falasse que quase se queimou ao abrir o chuveiro.

Amanhã a temperatura no Rio deve cair mais um pouco, com máxima de 36° C. O tempo deve ficar parcialmente nublado, com possibilidade de chuvas.

Queda de luz

Segundo a Light, foram registrados na manhã desta quinta-feira (27) quedas de luz em dois bairros da zona oeste da cidade (Campo Grande e Jacarepaguá) e dois municípios da Baixada Fluminense (Nova Iguaçu e Duque de Caxias).

Cotidiano