PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Ciclista que perdeu braço após ser atropelado na av. Paulista passa por cirurgia no Hospital das Clínicas

Marivaldo Carvalho

Do UOL, em São Paulo

15/03/2013 17h28

O ciclista David Santos Sousa, 21, atropelado no último domingo (10) na av. Paulista e teve o braço direito arrancado, fará uma cirurgia nesta sexta-feira no dedo mínimo da mão e do punho esquerdo para tratar de uma fratura no Instituto de Ortopedia e Traumatologia do HC (Hospital das Clínicas) onde está internado desde domingo no Instituto Central do hospital.

O universitário Alex Siwec, 21, que atropelou Sousa, fugiu sem prestar socorro e ainda arremessou o braço de David em um córrego da av. Ricardo Jafet, na zona leste de São Paulo.

Sousa vai ganhar uma prótese biônica. A doação será feita pelo empresário Nelson Nolé, de Sorocaba (98 km de São Paulo). Segundo ele, o componente vai funcionar por comando cerebral, o que permitirá movimentos delicados e também de força. Profissionais da empresa especializada em próteses aguardam pela autorização do Hospital das Clinicas, onde Sousa ainda está internado. "Essa visita será determinante para a preparação da prótese", disse Nolé.

A Justiça de São Paulo decretou a prisão preventiva de Siwec, apontado como responsável pelo atropelamento do ciclista. O despacho é do juiz corregedor do Dipo (Departamento de Inquéritos Policiais), Kleber Leyser de Aquino, que transformou a prisão em flagrante em preventiva, o que faz o atropelador continuar preso enquanto o inquérito estiver em andamento.

O estudante de psicologia foi transferido na noite dessa quinta-feira (14) para a Penitenciária 2 de Tremembé  (147 km  de São Paulo). Ele estava preso no Centro de Detenção Provisória 3 de Pinheiros, no  zona oeste de São Paulo.
 

Cotidiano