PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Após sobrevoo, Dilma diz que prioridade é salvar vidas no ES

Do UOL, em São Paulo

24/12/2013 14h08


A presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira (24), em Vitória, no Espírito Santo, que os governos precisam se concentrar em três medidas imediatas para tratar as consequências das chuvas que afetam o Estado nos últimos dias.

Tirou foto das chuvas no ES? Mande para o UOL

  • Julio Santos/Colatina Hoje/Facebook

“O mais importante é salvar vidas. O fator mais importante agora é a vida humana, e o Exército tem grande capacidade de resgate”, disse. Segundo a presidenta, além de impedir novas mortes, o governo vai trabalhar para recuperar a condição de vida da população capixaba e evitar que novos desastres aconteçam.

Dilma destacou a importância do Sistema de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, criado em 2011. De acordo com o governo federal, o sistema destinou para o Espírito Santo R$ 600 milhões para obras de prevenção de desastres e todas já foram contratadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

DOAÇÕES

Interessados em ajudar as vítimas podem fazer depósitos em nome do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo em três contas bancárias:

Banco do Brasil
Agência 3665-x
Conta corrente: 150.000 – 7

Caixa Econômica Federal
Agência 0167-8
Operação 06
Conta corrente: 10.004

Banestes
Agência 0271
Conta corrente: 23.765.589

Doações de cestas básicas e de água mineral para as vítimas podem ser enviadas aos seguintes locais:

1º Batalhão da Polícia Militar: Av. Maruipe, 2115, Vitoria, tel.: (27) 3636-7306

2º Batalhão da Polícia Militar: Av. Guanabara, 40, Nova Venécia, tel.: (27) 3752-4200

4º Batalhão da Polícia Militar: Av. Nossa Senhora da Penha, 118, Vila Velha, tel.: (27) 3636-0400

11º Batalhão da Polícia Militar: Rua Vereador Antonio Roas Ruebra, 293, Barra de São Francisco. Tel.: (27) 3756-8400

12º Batalhão da Polícia Militar: Rua Washington Luiz, 599 – Linhares, Tel.: (27) 3372-7853

Escola Honório Fraga: Rua Nossa Senhora Aparecida, 204, Colatina, Tel.: (27) 3722-3247

Nesta terça, a presidente e o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), sobrevoaram a Grande Vitória por 20 minutos. Não foi possível chegar às regiões Serrana e Noroeste. Depois, reuniram-se com agentes da Defesa Civil estadual que atuam na busca e no salvamento de vítimas.

O Incaper (Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural) já considera este o mês de dezembro mais chuvoso da história no Estado. O município de Linhares tem o índice mais alto de precipitação, com volume de chuva superior a 700 milímetros desde o início do mês.

Mortes e estragos

Os estragos provocados pela chuva afetam mais da metade do municípios capixabas. Catorze mortes já foram confirmadas no Estado. Quase 50 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas.

Cerca de 20.000 quilômetros de estradas foram danificados, o que dificulta o tráfego e a chegada de socorro e ajuda humanitária. Dilma afirmou que a partir de quinta-feira (26) o Exército ajudará a construir pontes provisórias onde houve desabamento ou interdição de vias.

As enchentes causaram perdas no comércio, na indústria, na agricultura e na pecuária. 

"É o evento climático mais extremo de nossa história", afirmou o governador Casagrande.

A presidente classificou como "impressionante" a situação nas áreas que sobrevoou. "Eu vi em alguns Estados situações de alagamento fantásticas, mas aqui vi uma quantidade de água absurda, é impressionante", declarou.

Três mil kits dormitório, de limpeza e de higiene pessoal enviados pelo governo federal estão distribuídos nas cidades mais afetadas. Outros dez kits com 30 tipos de medicamentos e 18 insumos para primeiros-socorros também serão enviados pelo Ministério da Saúde. Representantes do órgão afirmam que cada kit é suficiente para atender a 1,5 mil pessoas pelo período de um mês.

A previsão é de chuva, pelo menos, até domingo, no Espírito Santo. A Defesa Civil capixaba alerta para o risco de novos deslizamentos e alagamentos.

(Com Agência Brasil, em Brasília)

Cotidiano