PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Justiça do Rio decreta a prisão de 23 ativistas

Maria Luisa Melo

Do UOL, no Rio

18/07/2014 20h14Atualizada em 18/07/2014 21h06

A Justiça do Rio de Janeiro determinou nesta sexta-feira (18) a prisão preventiva de 23 pessoas que seriam as responsáveis por atos de vandalismo em manifestações que ocorrem na cidade desde o começo do ano.

A decisão atendeu a um pedido Ministério Público Estadual, que amparou sua solicitação em inquérito da DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes de Informática).

De acordo com a decisão do juiz Fábio Itabaiana, titular da 27ª Vara Criminal, as prisões são necessárias para a garantia da ordem pública e os réus citados, tendo em vista a "periculosidade dos acusados".

Dois ativistas que tiveram o pedido de prisão decretado nesta sexta já estão presos por conta de envolvimento na morte do cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago Ilídio de Andrade. São eles Caio Silva Rangel e Fabio Raposo Barbosa.

Pouco antes da determinação da prisão feita pelo juiz Itabaiana, o desembargador Siro Darlan, da 7ª Câmara Criminal do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro), havia concedido a liberdade dos cinco últimos ativistas que estavam presos no Complexo Penitenciário de Gericinó (zona oeste do Rio).

Assim, três deles terão sua prisão preventiva convertida em temporária Elisa de Quadros Pinto Sanzi, a "Sininho", Camila Aparecida Rodrigues Jourdan e Igor Pereira D'Icarahy e não serão beneficiados por habeas corpus concedido mais cedo.

Já os presos Tiago Teixeira Neves da Rocha e Eduarda Oliveira Castro de Souza poderão deixar a prisão pois não foram incluídos na denúncia do promotor Luís Otávio Figueira Lopes, da 26ª Promotoria de Investigação Penal. Os outros doze que foram liberados na madrugada da última quinta-feira (17).

Os 23 com prisão decretada pela Justiça são: Elisa de Quadros Pinto Sanzi, a "Sininho", Luiz Carlos Rendeiro Junior, o "Game Over", Gabriel da Silva Marinho, Karlayne Moraes de Souza Pinheiro, Eloysa Samy Santiago, Igor Mendes da Silva, Camila Aparecida Rodrigues Jourdan, Igor Pereira D'Icaray, Drean Moraes de Moura Corrêa, Shirlene Feitoza da Fonseca, Leonardo Fortini Baroni, Emerson Raphael Oliveira da Fonseca, Rafael Rêgo Barros Caruso, Filipe Proença de Carvalho Moraes,Pedro  Guilherme Mascarenhas Freire, Pedro Brandão Maia, Bruno de Souza Vieira Machado, André de Castro Sanchez Basseres, Joseane Maria de Souza e Rebeca Martins de Souza. Além de Caio Silva Rangel e Fabio Raposo Barbosa

Cotidiano