Agentes penitenciários acham droga escondida em corações de frango no PR

Vinicius Boreki

Colaboração para o UOL, em Curitiba

Uma mulher de 28 anos foi presa em flagrante na manhã do último domingo (5), em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, por levar ao seu companheiro, preso na Penitenciária Estadual de Piraquara 2 (PEP 2), um prato de coração de frango recheado de maconha.

De acordo com o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR), ao revistarem a comida, os agentes penitenciários encontraram 172 buchas da droga escondida dentro dos corações de frango, que teriam sido fechados com uma espécie de cola.

Conforme a Polícia Civil, ao todo, foram contabilizados 143 gramas de maconha escondidos na refeição.

A mulher foi autuada em flagrante e está presa na Delegacia de Piraquara, onde permanece detida até a manhã desta segunda-feira. A Polícia Civil informou que a mulher estava em liberdade provisória e que tem passagens por roubo, favorecimento ao tráfico de drogas, homicídio qualificado, associação criminosa, formação de quadrilha e, agora, será notificada por tráfico de drogas, devendo retornar ao regime fechado.

A reportagem do UOL tentou ouvir representantes da mulher, mas um advogado não tinha sido designado até o momento.

O preso, companheiro da visitante, será ouvido e estará à disposição do Conselho Disciplinar da Unidade para averiguação do fato.

Até o momento, o Depen-PR não informou qual o motivo da prisão do detento que receberia a droga escondida.

Segundo o Depen, o coração de frango não é um alimento permitido nas penitenciárias do Estado e, por esse motivo, foi vistoriado pela equipe de plantão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos